Criciúma: Shopping Della recebe lançamento de livro com relatos do percurso de Santiago de Compostela

Criciumense que já percorreu o caminho é autora de dois textos do livro

- PUBLICIDADE -

O caminho de Santiago da Compostela, na Espanha, é percorrido por milhares de peregrinos desde a era medieval. O principal combustível dos fieis além da fé é o autoconhecimento e a reflexão. Para compartilhar as experiências vividas nos 20 anos da Associação Catarinense dos Amigos do Caminho de Santiago de Compostela (ACACSC), será lançado o livro ‘Memória Peregrina – Vinte anos ACACSC’. O lançamento da coletânea de artigos em Criciúma será no Shopping Della, na próxima quarta-feira (17), às 18h.

Entre os textos selecionados para o livro, dois são da criciumense Anie Juçara Fabris Casagrande que percorreu Caminho de Santiago Francês, Caminho de Santiago Português, Franciscano na Itália. Caminhos no Rio Grande do Sul, Minas Gerais, São Paulo, Espírito Santo e Santa Catarina também foram percorridos por Anie, que percorreu o primeiro percurso em 1980. “Eu e mais dois colegas do cursinho pedimos pra passar no vestibular e os três foram aprovados na UFSC, aí fomos de Criciúma a Caravaggio, quando a estrada ainda era de chão, tinha bastante pedra e poeira”.

- PUBLICIDADE -

A ênfase dada ao livro é aos 20 anos da associação e os textos são relacionados aos caminhos ou reflexões dos peregrinos. Para Anie, esse lançamento é uma oportunidade de apresentar aos peregrinos de Criciúma e região os caminhos que podem viver e uma reflexão que caminhar vai muito além de deixar os passos. “Fazer um caminho é se presentear com os pés, é evoluir com o exercício do desapego, dos desafios e da gratidão a cada etapa e é viver muitos sentimentos apenas entrando em sintonia consigo mesmo, com a natureza e com o criador”, avalia.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.