Criciúma: obra na Avenida Centenário demanda paciência dos motoristas

Revitalização avança pela área central, em direção ao bairro Pinheirinho, com bloqueios temporários de faixas e “degraus” na pista

Foto: Lucas Colombo/TN
- PUBLICIDADE -

Criciúma

À medida que os trabalhos de revitalização da Avenida Centenário avançam pela área central de Criciúma, aumentam os transtornos gerados aos motoristas. Até essa terça-feira, 26, a empresa responsável pela obra ainda concentrava a frente de trabalho na fresagem dos pontos críticos, gerando “degraus” nos trechos de retirada do asfalto deteriorado. A prática, associada à interrupção de faixas no sentido Próspera/Pinheirinho, onde os trabalhadores fazem as intervenções, tem provocado lentidão e filas na principal via da cidade.

- PUBLICIDADE -

Para escapar dos transtornos, os motoristas que conhecem a cidade e têm ciência que a avenida está em obras procuram rotas alternativas, como pelos bairros Comerciário, Pio Corrêa e Centro. Porém, não existe um desvio “oficial” do tráfego. “Não tem jeito, porque a Santos Dumont também não apresenta boas condições. Então a gente vai ter que conviver, durante 60 dias, com esses transtornos na Avenida Centenário”, expõe a secretária de Infraestrutura, Planejamento e Mobilidade Urbana de Criciúma, Kátia Smielevski.

Em alguns pontos, quando as duas pistas no sentido Pinheirinho precisam ser interditadas, o tráfego é momentaneamente afunilado para a faixa de uso exclusivo dos ônibus municipais, aumentando a lentidão.

Primeira semana de trabalhos

A revitalização da Avenida Centenário ocorre desde o dia 18 de novembro, quando os trabalhos iniciaram nas proximidades da rótula com a Avenida Jorge Elias de Lucca, no bairro Nossa Senhora da Salete. O investimento é de R$ 2 milhões por parte do Município. “Depois de fresar os pontos irregulares, a capa asfáltica será colocada pela empresa. Nós pedimos a compreensão dos condutores durante as obras. Os trabalhos vão beneficiar muitas pessoas”, pontua a secretária.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Criciúma

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.