Criciúma: Equipe do IFSC se destaca em competição internacional

Acadêmicos da área de Mecatrônica conquistam medalha de bronze na 22ª RoboCup. Robô de resgate produzido é voltado a terrenos acidentados e conta com sensoriamento

Foto: Lucas Colombo/TN
- PUBLICIDADE -

Criciúma

Dez meses de preparação e muito estudo resultaram em medalha de bronze para oito acadêmicos do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) Criciúma. A equipe garantiu o terceiro lugar na categoria “Rescue Junior” da 22ª RoboCup, uma das principais competições de robótica do planeta, que ocorreu na Austrália. A marca foi alcançada em uma modalidade que envolvia ainda outros oito países, representando uma conquista para a instituição de ensino e para o sul catarinense.

- PUBLICIDADE -

Intitulada “Siegel”, a equipe desenvolveu um robô de resgate controlado remotamente, que tinha como desafio superar terrenos acidentados e agregar sensores para fazer a leitura do ambiente, como em relação a gás, temperatura e mapeamento. “Tivemos alguns problemas durante o torneio, mas acho que isso é um dos principais pontos da competição. É a parte aplicada da engenharia, onde temos que conseguir resolver os problemas e fazer com que nosso equipamento continue funcionando, mesmo com os imprevistos que ocorrem durante a competição”, explica o acadêmico da graduação em Engenharia Mecatrônica do IFSC Criciúma Victor de Castro da Rosa, que atuou como tutor.

Entre os contratempos enfrentados durante o campeonato esteve motores queimados, curtos-circuitos em fios e problema com a estrutura principal do robô.

Projeto feito em equipe

Além de Victor, também representaram a equipe na RoboCup, que ocorreu no início deste mês, os acadêmicos Gregory Nykolas Topanotti e André Soratto, ambos de Engenharia Mecatrônica; o estudante Daniel Lima Milak, do curso técnico em Mecatrônica do IFSC; e o professor orientador, Guilherme Amorim Schmidt.

Porém, outros quatro alunos também trabalharam no projeto do robô: Elias Mendonça Filho, Sofia Meneghel Silva e Nicole Citadin, do curso técnico, e Thiago Viebrantz Ferreira, da graduação.

Participação

Essa foi a terceira participação da equipe Siegel na RoboCup, mas a primeira vez que os estudantes do IFSC Criciúma conseguiram garantir um lugar no pódio. No próximo ano, a competição ocorre na França e já há convite para presença em outro torneio, no Japão.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Criciúma

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.