Concurso “A Poesia vai de Ônibus” encerra no fim deste mês

Moradores da Região Carbonífera têm até o dia 31 de outubro para participarem da terceira edição da iniciativa

Foto: Lucas Renan Domingos/Arquivo/TN

- PUBLICIDADE -

Criciúma

Você já pensou em escrever um texto e ele ser lido diariamente, durante um ano, por inúmeras pessoas que circulam por Criciúma e municípios vizinhos? Pois o concurso cultural “A Poesia vai de Ônibus” possibilita essa experiência aos moradores da Região Carbonífera. Já na terceira edição, a iniciativa da Associação Criciumense de Transportes Urbanos (ACTU) está com as inscrições se encaminhando para a reta final, já que elas encerram no dia 31 de outubro.

- PUBLICIDADE -

Nesta edição, o concurso conta com novidades, como a parceria com a Academia Criciumense de Letras (ACLe). “E as inscrições, neste ano, também foram ampliadas para o Fundamental II, ou seja, para quem tem mais de dez anos de idade”, conta a pedagoga do projeto Turminha do Futuro, que auxilia na coordenação de eventos sociais da ACTU, Marlene Marcos Larangeira.

A intenção dos organizadores é expandir a faixa etária dos participantes, já que nos anos anteriores as inscrições foram, principalmente, de pessoas adultas. “Então já fomos a colégios estaduais e municipais levando o regulamento, para os professores estarem divulgando o concurso em sala de aula também”, destaca a secretária da ACLe, Dioni Fernandes Virtuoso.

Seleção

Os 50 trabalhos selecionados serão divulgados no dia 21 de novembro, por meio da página oficial do concurso e em outros meios de comunicação. Os poemas serão, então, transformados em adesivos e fixados nas janelas dos ônibus que integram a frota das empresas associadas à ACTU.

Os interessados em participar da iniciativa podem acessar o site da ACTU e fazer a inscrição.

Confira a reportagem completa, com mais detalhes sobre o concurso, na edição desta sexta-feira, 18, do jornal Tribuna de Notícias. 

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Criciúma

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.