Asilo São Vicente de Paulo recebe R$ 155 mil da Celesc

Instituição de Criciúma é a última a receber doação da quinta etapa do projeto Bônus Eficiente, lançado no primeiro semestre do ano

Foto: Divulgação/Celesc
- PUBLICIDADE -

Criciúma

Nesta quarta-feira, 18, o presidente da Celesc, Cleicio Poleto Martins, visitou o Asilo São Vicente de Paulo, em Criciúma, para entregar um cheque de R$ 155 mil referente às doações dos catarinenses que participaram da 5ª edição do projeto Bônus Eficiente, no primeiro semestre deste ano.

- PUBLICIDADE -

“O Asilo São Vicente de Paulo é a última instituição de Santa Catarina a receber um dos três cheques que, juntos, somam de R$ 465 mil doados pelas pessoas que adquiriram eletrodomésticos mais eficientes com 50% de desconto. Para a Celesc, que aqui também representa o Governo do Estado, é uma satisfação em ver que esse recurso vai ajudar no fluxo de caixa da entidade pelos próximos cinco meses”, afirma Cleicio.

A instituição, que atualmente conta com 70 moradores e 46 colaboradores, tem um custo mensal de aproximadamente R$ 110 mil. “É uma doação muito importante em um momento que a gente mais precisa, por causa das despesas de fim de ano e 13º salários dos funcionários. A nossa instituição é deficitária e investimento no custeio é a maior dificuldade. Esse dinheiro vem em boa hora, sendo assim, podemos comprar fraldas, leite e medicamentos, por exemplo”, comemora o presidente do asilo, Zalmir Casagrande.

Casagrande ainda fez um pedido para quem quiser ajudar o asilo. “As pessoas que quiserem fazer uma doação para nós é possível via fatura de energia elétrica ou depósito bancário”, completa.

Projeto Bônus Eficiente

A 5ª edição do Projeto Bônus Eficiente, que integra o Programa de Eficiência Energética Aneel/Celesc, foi executada entre janeiro e maio de 2019. Por meio dele, são oferecidos equipamentos elétricos com 50% de desconto em relação ao preço de mercado na troca por um equipamento antigo e, na compra, os consumidores doam R$ 50 para entidades pré-selecionadas.

Este ano foram arrecadados R$ 465 mil, montante que foi dividido igualmente entre três instituições: Associação de Síndrome de Down, Associação Catarinense de Autismo e Asilo São Vicente de Paulo.

Desde a primeira edição, em 2013, mais de 514 mil catarinenses já foram atendidos pela iniciativa. Com o objetivo de reduzir o consumo de energia elétrica, na última edição do projeto, foram substituídos 4,5 mil refrigeradores, 2,7 mil aparelhos de ar-condicionado split e 2,3 mil freezers antigos por outros mais modernos e eficientes. Além disso, também foram trocadas 55 mil lâmpadas fluorescente por lâmpadas de LED.

Ao longo dos anos, o Bônus Eficiente tem contribuído para o combate ao desperdício de energia. Nas cinco edições realizadas, a Celesc estima que houve uma redução de 56 GWh na demanda anual, volume que corresponde ao consumo de cerca de 280 mil residências por um mês, dentro da área de concessão da empresa.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Criciúma

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.