Área em Treviso é a segunda a ser recuperada na região

Audiência pública na noite desta terça-feira, 12, expõe detalhes e limitações que envolvem os 118 hectares de terra da divisão do Rio Pio, que, por décadas, foi alvo da mineração de carvão

Foto: Lucas Colombo/TN
- PUBLICIDADE -

Treviso

Com investimento de R$ 53 milhões por parte da União, a recuperação ambiental da chamada Área III – Rio Pio foi concluída pelo Serviço Geológico do Brasil (CPRM). Os trabalhos em Treviso se estenderam por quase quatro anos, abrangendo 118 hectares que, em décadas passadas, receberam uma parte da atividade carbonífera no Sul do estado. O resultado desse processo será apresentado na noite desta terça-feira, 12, em uma audiência pública no município.

- PUBLICIDADE -

Segundo o geólogo e coordenador executivo do projeto, Marlon Hoelzel, a reunião busca esclarecer alguns aspectos relacionados a esses locais recuperados e sobre as medidas que precisam ser respeitadas pela população. “Essa audiência tem como objetivo mostrar para os proprietários dos terrenos e para a comunidade em geral, moradores do entorno, que essa área tem algumas limitações, que não se pode escavar a cobertura colocada no local, sob risco de processo de contaminação novamente”, explica.

Dessa forma, os terrenos abrangidos nesse processo apresentam restrições, requerendo atenção especial por parte dos responsáveis. “Se o superficiário, o dono da terra, os moradores próximos não tiverem alguns cuidados, é um investimento que pode se perder”, enfatiza Hoelzel.

Além de Hoelzel, o encontro voltado a apresentar as condições ambientais conquistadas pela obra também reunirá outros nomes do CPRM, como o diretor nacional de Hidrologia e Gestão Territorial, Antônio Carlos Bacelar, e o diretor nacional de Geologia e Recursos Minerais, José Leonardo Andriotti.

A audiência para formalizar o encerramento da obra ocorre a partir das 19h, no Auditório Vereador Vilson Savariz, anexo à Prefeitura de Treviso.

Confira a reportagem completa na edição desta terça-feira, 12, do jornal Tribuna de Notícias. 

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Treviso

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.