Amin aponta cenário atual e questionamentos importantes sobre o desenvolvimento socioeconômico no país

Em palestra na Unesc, senador destacou as questões emergentes para o crescimento do Brasil e da região

Fotos: Mayara Cardoso/Unesc
- PUBLICIDADE -

Redação

Criciúma

- PUBLICIDADE -

Trazendo sua experiência e seu conhecimento sobre a administração pública, o senador Esperidião Amin proferiu palestra na Unesc na última sexta-feira, 16. O evento reuniu, no Auditório Ruy Hülse, acadêmicos, professores, gestores e lideranças de toda a região para assistir a abordagem sobre o tema “Perspectiva do desenvolvimento socioeconômico no Brasil”. A ação foi realizada pela Universidade em parceria com a Amrec (Associação dos Municípios da Região Carbonífera), a Amesc (Associação dos Municípios do Extremo Sul Catarinense) e Amurel (Associação dos Municípios da Região de Laguna).

Conforme a reitora Luciane Bisognin Ceretta, a Unesc tem o compromisso de, além das questões teóricas que perpassam os ensinamentos técnicos e práticos do ensino, da pesquisa e da extensão, de contribuir com o desenvolvimento da região. “Diante do nosso compromisso sempre tivemos o apoio do senador Amin nos apoiando e ajudando na construção da nossa Unesc, como ele também faz questão de chamar. Nos sentimos muito honrados em contar com sua presença nessa noite para compartilhar um pouco daquilo que sabe e nos auxiliar nessa busca pelo desenvolvimento”, comentou Luciane.

Na oportunidade, o senador recebeu das mãos da reitora e do vice-reitor, Daniel Preve, a documentação referente a implantação de um Observatório de Desenvolvimento Socioeconômico na Universidade com o pedido de apoio por meio da destinação de R$ 300 mil. “Esperamos que você olhe essa pauta com muito carinho e que venha conosco implantar toda a extensão desse serviço que será maravilhoso e beneficiará toda a macrorregião”, destacou.

Imediatamente ao receber a proposta Amin deu seu veredito e sua condição, destacando que fará a destinação da verba com a condição de que a Universidade foque sempre nas questões de Inovação, o que já uma das principais bandeiras atuais da Instituição e também esteve entre os assuntos abordados ao longo da palestra proferida em seguida.

“Perspectiva do desenvolvimento socioeconômico no Brasil”

Ao tratar sobre a sua visão sobre o cenário do desenvolvimento e trazer números sobre a economia nos diferentes estados do Brasil, Amin destacou que os governos estão quebrados e isto se deve a diversos fatores, sendo os principais a corrupção e a incapacidade gerencial. Conforme o senador, a reconstrução do país precisa passar por algumas reformas, além ainda da previdenciária. “Não podemos querer injeções que não sejam doloridas ou remédios que não sejam amargos. Temos que fazer com que a injeção seja aplicada da forma menos perversa possível”, comentou como metáfora à situação dos governos e a necessidade de se adotar medidas.

Entre as principais questões levantadas na palestra estiveram questionamentos sobre o papel da educação no futuro próximo do país e em seu momento de reerguida. “O que vai ser da educação daqui há alguns anos? Que expertises precisamos desenvolver pra estarmos preparados? A educação tem que estar focada no que está acontecendo com os paradigmas. Não dá para esperar acontecer para preparar o profissional”, pontuou.

De acordo com Amin, “a dinâmica da qualificação das profissões do futuro é o grande desafio da educação brasileira e catarinense”.

O evento contou ainda com a presença do presidente da Câmara de Vereadores de Criciúma, Miri Dagostin, do prefeito de Maracajá e presidente da Amesc, Arlindo Rocha, e do prefeito de Treviso e vice-presidente da Amrec, Jaimir Comin, além de outras autoridades.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.