Torcedor Carvoeiro: duplique as promessas

Após apenas empatar com o lanterna São Bento, em casa, Tigre precisa de uma sequência heroica, digna de milagre, para escapar do rebaixamento. Semana terá duas partidas longe de casa

- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

O número de promessas feitas pelos torcedores do Tigre, para que o time não caia para a Série C, é grande: caminhada até o Santuário Diocesano Nossa Senhora de Caravaggio, em Nova Veneza, doações de alimentos para instituições de caridade, tingir o cabelo com uma cor diferente e mudar radicalmente o visual (tirando ou deixando crescer barba) são alguns exemplos. Pois esses juramentos terão que ser duplicados, pois a situação do time, na Segunda Divisão do Brasileirão, é extremamente delicada.

Após apenas empatar diante do lanterna, São Bento, no sábado, o time chegou aos 31 pontos e agora precisa de cinco vitórias, em seis partidas, para não ser rebaixado. Com quatro vitórias e dois empates, nestes seis conforntos, o Tricolor Carvoeiro também se livra. O cálculo leva em consideração o número de 45 pontos para que um time se livre da Série C. Em 2016, o Oeste escapou da degola com 41 pontos. Porém, em outros anos, até com 44 pontos uma equipe chegou a cair: é o caso do Luverdense, em 2017. O rebaixamento aconteceu com a mesma pontuação do Guarani, primeiro time que se livrou da queda, mas o time paulista tinha uma vitória a mais (11 contra 10 dos mato-grossenses). Sendo assim, é seguro chegar aos 45 pontos para não cair.

Sem tempo para descansar e lamentar, o Criciúma volta a campo amanhã, a partir das 20h30min, diante do Operário, em Ponta Grossa, no Paraná. A delegação viajou ontem para o estado vizinho. O goleiro Luiz está fora da partida, devido a uma lesão no joelho esquerdo. Wesley expulso diante dos paulistas e Foguinho, que levou o terceiro cartão amarelo, também não jogam. Carlos Eduardo sentiu desgaste, no intervalo da partida contra o São Bento, mas estará em campo.

Os goleiros do Criciúma serão Paulo Gianezini e o jovem Wagner. Bruno Grassi, além de Luiz, também está lesionado. Por outro lado, Derlan e Léo Gamalho estarão de volta. Thales, com um corte no supercílio, será reavaliado e pode integrar a delegação. “Luiz está fora do jogo. Não viaja e ficará em recuperação. Carlos Eduardo, a gente aguarda até amanhã (domingo), pois teve fadiga e não se sentiu bem. No lugar do Wesley e do Foguinho, nós temos a reposição dos volantes. Lógico que com menos ritmo de jogo, mas com muita vontade de tirar o Criciúma dessa situação”, comenta o técnico Roberto Cavalo.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.