Time de Criciúma brilha em Barcelona

Parceria entre a escolinha AL Football e o Próspera chega na terceira colocação da categoria Sub-11 em torneio que reuniu mais de 100 equipes

- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

Uma delegação criciumense formada pela parceria da escolinha AL Football e o Próspera, composta por 11 jovens atletas e dois treinadores, conseguiu um grande resultado no Football Cup Barcelona – um torneio internacional de futebol juvenil, disputado na Espanha.  Os meninos conquistaram a terceira posição na competição, que reuniu mais de 100 equipes de 10 países diferentes. “Estou muito orgulhoso e feliz. A gente entrou na história da cidade como o primeiro clube que jogou um torneio na Europa, mesmo que no Sub-11, mas conseguimos levar os meninos. Para mim, valeu todo o esforço. Entramos na história dos meninos e fomos além da expectativa”, comenta Alfredo Lima, treinador e professor da AL Football.

A estrutura da competição foi elogiada pelo treinador. “Um ambiente totalmente diferente do que estamos acostumados aqui no Brasil. São praticamente 10 campos de futebol disponíveis para utilizarmos, um Centro de Treinamento – onde grandes clubes fazem pré-temporada”, ressalta o técnico.

Na fase de grupos, a equipe de Criciúma empatou com o Ekerö IK, da Suécia, goleou o finlandês Gnistan, por 9 a 0, e ainda venceu os ingleses do The Champion Group, além dos australianos do Hunter Valley Football Maroon. Assim, os meninos conquistaram a primeira colocação da chave. “Os meninos ficaram tensos, no início, mas fizemos um jogo-treino, contra o Juventude, do Rio Grande do Sul, e ficamos no 1 a 1. Serviu para que os meninos aliviassem a pressão”, pontua Lima.

A etapa seguinte – semifinal – foi disputada contra o São Paulo – que conta com atletas da Red Bull. O time paulista saiu na frente, mas os meninos da AL Football/Próspera empataram o jogo. No final do primeiro tempo, o Tricolor Paulista fez 2 a 1. Na etapa final, em busca da igualdade, a equipe criciumense se abriu e levou uma goleada de 5 a 1. “O São Paulo fez uma seleção de atletas. Não são todos eles que treinam em Cotia. Tinha até um sueco que era o craque do time. Os meninos ficaram tensos e acabamos perdendo”, enfatiza o treinador.

Na decisão de terceiro lugar, os meninos criciumenses aplicaram 5 a 1 no  IFK Stocksund, da Suécia. “O time da Suécia sentiu bastante a parte física. Na qualidade técnica e tática, era bem diferente. Mesmo perdendo, eles não mudaram o jeito de jogar, saíram sempre tocando a bola, eles colocavam a bola no chão. Mesmo esgotados fisicamente, tentaram dificultar, mas vencemos”, explica o técnico.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.