Tigre: Time com alma, garra e coração em campo

Wilsão exalta a vibração e o espírito guerreiro do Criciúma em campo na vitória deste domingo. Treinador interino elogia também o apoio do torcedor

- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

A intensidade do Criciúma em buscar a vitória e a vontade de querer deixar a zona de rebaixamento da Série B foram exaltadas pelo técnico interino Wilson Waterkemper, o Wilsão. “O Criciúma sempre se deu bem aqui pela característica e vontade de guerrear. Eu venci no Criciúma, e em outros lugares, pela vontade. Pela técnica, talvez não tivesse vencido.  Depois, fomos aprimorando. Foi um jogo de bastante intensidade, contra um time muito qualificado e já sabíamos que seria assim. Hoje, todo mundo se estuda muito. Pedi para os jogadores ganharem o duelo individual, tivemos dificuldade, mas é normal. Fomos premiados com a vitória”, pontua Wilsão.

O apoio vindo das arquibancadas também foi elogiado pelo treinador. No início da partida, o Criciúma era lanterna da competição, mas a torcida não vaiou a equipe. “Eu tenho muita identificação com a torcida e, felizmente, a gente correspondeu. Pode ver que, já no primeiro tempo, os atletas saíram aplaudidos e nos segundo também. Aí é pela intensidade e luta de cada um. A torcida fez a diferença e, quando cobra, tem razão. Joguei toda minha vida quase aqui e sofri. Já estou acostumado e é normal. Todo mundo já passou dificuldade na vida, mas não podemos nos acostumar com a derrota. Temos que ser vencedores. Eles colocaram essa ideia em ação”, comemora o treinador.

Caso seja escolhido para permanecer como treinador, até o final do ano, Wilsão seguirá no comando do time. “Eu sou funcionário do clube. Se o Criciúma achar por bem que eu fique mais um jogo ou trazer outro treinador amanhã, eu fico tranquilo. Eu escolhi uma filosofia de vida e quero morar em Criciúma. Meus pais estão aqui perto e gosto de honrá-los. Abri mão de viajar para ficar perto da minha família. Estou à disposição da diretoria e sou funcionário do clube para aquilo que eles precisarem”, enfatiza o treinador.

Wilsão ficou satisfeito com o desempenho dos jogadores. “Me agradei bastante do jogo. Fizemos, na minha opinião, um ótimo primeiro tempo com muita intensidade e algumas chances de gol. No final, fomos premiados com a vitória”, comenta.

O treinador também comemorou a mudança da sorte para o clube. No final do jogo, Luiz salvou o que seria o empate do Sport. “Não dava pra ficar na posição que estávamos. Fomos felizes, quase levamos o empate, mas tem hora que as coisas precisam mudar. Eu considero que, apesar dos resultados, o Kleina estava fazendo um grande trabalho. É uma questão de a bola entrar ou não . Procuramos motivar bastante os atletas para que as coisas virassem e felizmente hoje vencemos”, finalizou.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.