Tigre tem mais um capítulo para a permanência

Contra o Paraná, na despedida do Majestoso em 2019, Criciúma precisa, novamente, vencer para seguir com chances de ficar na Série B do próximo ano. Empatando, a situação se complica e, em caso de derrota, time estará automaticamente rebaixado para a Terceira Divisão

- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

Chegou a hora da verdade. Restando apenas dois jogos para o encerramento da Série B, o Tricolor Carvoeiro precisa, novamente, da vitória para tentar escapar do rebaixamento para a Terceira Divisão. Hoje, às 19h15min, diante do Paraná, só os três pontos interessam. Em caso de empate, a situação se complica muito e perdendo, o Tigre estará automaticamente rebaixado para a Série C de 2020. “Nós estamos conversando muito sobre o ano, que foi sofrido para torcedores, jogadores, familiares, comissão técnica e diretoria. Agora, se faz por merecer uma vitória, diante de um time forte, que é o Paraná, e que a gente conhece bem. Mas, realmente, é a última. Não tem outra partida, então, temos que fazer o nosso dever e deixar a melhor impressão possível para a cidade”, comenta o técnico Roberto Cavalo.

O comandante alerta que a situação da equipe já poderia ser mais confortável na tabela, porém, confia que o time permanecerá na Série B de 2020. “É um campeonato que, de repente, já poderia ter terminado, por alguns detalhes, mas aqui estamos e em condições boas de permanência na Série B. A torcida passando confiança, faz a diferença. Então, será um grande jogo. Diferente de todos do ano e que nós temos que vencer”, ressalta Cavalo.

Mesmo com um campeonato irregular, o Criciúma ainda luta para ficar na Série B. Os últimos dois resultados, diante de Londrina e Bragantino, aumentaram a confiança em atingir o objetivo final. “Tivemos algumas dificuldades, sim, no decorrer do campeonato. Alguns jogadores estavam meio atrapalhados: você faz tudo certo, mas, no detalhe, não acontece. Então, hoje está diferente, já mudamos muito neste sentido, o ambiente está bom e o fator psicológico dos atletas está mais equilibrado. Como eu falei: atacar bastante, buscando a vitória, mas organizados lá atrás para não tomar o gol”, pontua Cavalo.

Campeonato Brasileiro – Série B – 37ª Rodada

Terça-feira – 19/11 – 19h15min – estádio Heriberto Hülse

CRICIÚMA

Paulo Gianezini; Carlos Eduardo, Sandro, Derlan e Marlon; Eduardo, Foguinho, Wesley e Reis; Andrew e Léo Gamalho. Técnico: Roberto Cavalo

PARANÁ

Thiago Rodrigues; Eder Sciola, Rodolfo, Fabrício e Guilherme Santos; Luiz Otavio, Jhemerson e Matheus Anjos; Vitinho, Bruno Rodrigues e Jenison. Técnico: Matheus Costa

Arbitragem: Daniel Nobre Bins; Auxiliares: Leirson Peng Martins e Fabrício Lima Baseggio. (Trio do RS)

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.