Tigre: Reis e Sandro voltam ao time

A delegação carvoeira dormiu em Florianópolis e parte, na quinta-feira, para o interior paulista

- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

Suspensos contra o Londrina, Reis e Sandro devem começar o jogo do Criciúma, nesta sexta-feira, diante do Bragantino, entre os titulares. Daniel Costa e Thales devem deixar o time. “Contra o Sport, ele (Reis) mostrou mais dinâmica, mais inteiro, gostei do jogo que ele fez. O Daniel conhece a posição, mas, às vezes, é normal uma certa decadência. O momento do atleta. A gente vê que o Daniel está querendo se esforçar, mas, neste momento, um ou outro jogador recebe uma carga maior de pressão. Provavelmente volta o Reis“, explica Cavalo.

Além da parte técnica, o desgaste será levado em consideração para escalar o time. A delegação carvoeira dormiu em Florianópolis e parte, na quinta-feira, para o interior paulista, onde treina, ainda na tarde deste dia 14.  “Vai existir o desgaste. É puxado, mas não vamos ficar lamentando. Estamos ganhando alguns jogadores que não tinham confiança. Temos que sonhar com a permanência e com a vitória contra o Bragantino”, ressalta o treinador.

A motivação é o combustível para bater o Bragantino. Manter o Criciúma na Série B é o objetivo traçado pela comissão técnica e jogadores, por isso, não resta outra escolha se não vencer os três jogos que faltam.“A motivação é uma só: se não ganhar ou perder, está na Série C. Então, não tem como não estar motivado. Isso valoriza a camisa do Criciúma, um novo contrato, um emprego e eu sempre falo para eles: quando foi montado o elenco era para brigar pela Série A. Não deu. Então, no mínimo, temos que deixar o Criciúma onde pegamos. Precisamos ter vergonha na cara. Essa é a motivação e todos estão agindo para manter o Criciúma na Série B”, dispara Cavalo.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.