- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

Os atacantes do Tigre anotaram apenas um gol no Catarinense deste ano, com Reis – o outro foi marcado pelo zagueiro Sandro. Para tentar sanar a dívida do setor ofensivo, o clube apresentou, na sexta-feira, Alexandre Alemão e Ceará. “Creio que precisa o time entrosar mais um pouco, mas eu quero ajudar fazendo gols ou dando passes”, disse Ceará, que chega do São Paulo.

Alemão já atuou no Catarinense, pelo Metropolitano. Ele estava, inclusive, na partida que encerrou 5 a 4 para o Criciúma, em 2017. Alexandre marcou um dos gols do time de Blumenau. “Expectativa é a melhor possível, estou com uma grande vontade de jogar. Estou trabalhando a mais a parte física e espero estrear bem”, ressaltou o jogador. Ele não poderá estar em campo no domingo, pois não entrou no BID da CBF a tempo.

Ainda na sexta, foram apresentados o lateral esquerdo Caíque, que também atua como meia-atacante, e o volante Gabriel Henrique. Caíque, também formado na base do São Paulo, será opção a Marlon. “Sempre fiz minha base como lateral esquerdo, mas subi como meia-atacante. Não descarto a opção de jogar na frente”, ressaltou. O jogador também não foi registrado no BID na sexta-feira e está fora do jogo de domingo.

Gabriel Henrique atuou com o auxiliar de Doriva, Rodrigo Fonseca, na base do Cruzeiro, e espera ser relacionado para o jogo diante do Atlético Tubarão. Ele acredita que o clássico será difícil, com bastante disputa. “A gente sabe da vontade que o Tubarão tem ao jogar contra o Criciúma. Eles vêm dando a vida. O Criciúma está fazendo bons jogos, falta a bola entrar. Falta um pouco de entrosamento também, mas, com calma, as coisas vão acontecer. O Tubarão vai querer tirar pontos da gente, mas o time está concentrado e preparado para fazer um bom jogo. Quando a bola começar a entrar, as vitórias virão”, finalizou. Todos os atletas assinaram contrato na sexta-feira. Ceará e Gabriel Henrique poderão ficar à disposição de Doriva.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.