Tigre: Expectativa de Wilsão é continuar como auxiliar técnico

Os jogadores demonstram carinho com o comandante e o inverso é verdadeiro

- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

Em conversa com os repórteres, na quinta-feira, o diretor de futebol do Criciúma, João Carlos Maringá, deixou aberta a possibilidade de manutenção de Wilsão, no cargo de treinador, em caso de vitória. O interesse do profissional, porém, vai em caminho inverso: ele quer seguir como auxiliar. Porém, não descarta seguir na função por um período. “Sou funcionário do clube. Eu me criei aqui. Estou no Criciúma desde os 17 anos e vou fazer 52. Tenho deixado claro para todos que não tenho interesse futuro de ser treinador. Se eu quisesse, já estaria em outro patamar. Em outro nível e até em outro lugar, de repente. Optei por escolha minha, mas sou funcionário do clube e aqui estou para ajudar no que for necessário. Mas a vontade que tenho, e todos sabem, é ajudar como auxiliar. Iremos ver o que acontece”, comentou.

Como trabalha com o elenco carvoeiro desde janeiro, Wilsão apenas dá continuidade ao trabalho que vinha sendo feito por Gilson Kleina. Os jogadores demonstram carinho com o comandante e o inverso é verdadeiro. “Empatia recíproca. Tem uma situação que ninguém está satisfeito, principalmente pela campanha, que não é digna de nos deixar felizes. Estamos tensos. Todos estão envolvidos no processo. É difícil, triste, mas temos que ter força para reagir. Se eu não acreditar em mim, ninguém vai acreditar. É preciso ter uma mentalidade vencedora para termos um resultado mais rápido”, finalizou Wilsão.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.