- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Joinville

- PUBLICIDADE -

No ano passado, depois de 11 anos, o Tigre voltou a bater o Joinville, fora de casa, com um gol de Zé Carlos. Agora, o Tricolor Carvoeiro quer conquistar nova vitória no clássico marcado para domingo às 17 horas. A chance é maior, pois o Joinville atravessa uma das piores fases da história, tanto na parte financeira, quanto na parte administrativa. Entretanto, Doriva pede atenção aos jogadores devido à tradição do confronto. “É um clássico. Um jogo tradicional que tem muita rivalidade e história envolvidas. A gente precisa estar atentos para fazermos um grande jogo, ter inteligência para jogar a partida e vencer”, destacou o técnico.

Sem conseguir vencer clássicos, no Catarinense deste ano, o Criciúma quer uma vitória contra o JEC. Até o momento, o time perdeu para Figueirense e Avaí e empatou com a Chapecoense. “A gente precisa fazer um bom resultado nesse jogo. A gente quer fazer um resultado nos clássicos. Não temos tido um aproveitamento bom nos clássicos, então, precisamos reverter essa situação e nada melhor do que jogar contra um dos principais adversários que a gente tem na competição”, destacou.

Mesmo com a péssima fase do adversário, o primeiro time fora da zona de rebaixamento, Doriva acredita que o jogo será complicado. “É um jogo difícil, que a gente tem que minimizar bastante os erros e jogar com um nível de concentração muito alto para podermos sair de lá vitoriosos”, finalizou.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.