Novamente, as abelhas em campo

Ironicamente em outro jogo do Fortaleza, insetos tomam conta da bandeirinha de escanteio e paralisam a partida contra o São Paulo

- PUBLICIDADE -

São Paulo

Quase dois meses após ter a partida contra o Internacional, no estádio Castelão, paralisada devido a um enxame de abelhas, que tomou conta da bandeirinha de escanteio, o Fortaleza voltou a sofrer com um enxame de insetos. Na tarde deste sábado, o confronto contra o São Paulo, desta vez no estádio do Pacaembu, na capital paulista, ficou parado por quase cinco minutos em função do acúmulo de abelhas.

- PUBLICIDADE -

Tudo começou aos 26 minutos do primeiro tempo, quando Daniel Alves, do Tricolor Paulista, foi cobrar um escanteio e reclamou de um ataque dos bichos no pescoço. Assim, a partida parou para a retirada dos insetos. O meia Jackson, do time cearense, removeu a bandeirinha e tirou as abelhas, que retornaram ao mesmo local em seguida. Porém, o jovem Antony deu sequência na partida, mesmo assim, após cinco minutos de pausa. A partida não pode seguir sem que a bandeirinha de escanteio esteja no local de origem.

No intervalo de partida, os bombeiros explicaram que não se tratava exatamente de abelhas, mas de vespas e muito parecidas com abelhas. De qualquer forma, a bandeira foi trocada para evitar novos transtornos.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.