Criciúma perde invencibilidade e pode voltar ao Z-4

Equipe é derrotada por 2 a 1 para o América-MG, fora de casa, no primeiro revés sob o comando de Waguinho Dias. Conclusão da rodada pode levar o Tigre novamente aos quatro últimos colocados na Série B

Belo Horizonte (MG), 10.09.2019 - Futebol - América x Criciúma – , durante partida entre América e Criciúma, válida pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B 2019, realizada no Estádio Raimundo Sampaio – Arena Independência , nesta terça-feira (10). (Foto: Mourão Panda / AFC)
- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Belo Horizonte

- PUBLICIDADE -

Fotos: Mourão Panda/AFC

Com um time lento no meio-campo e com uma marcação frouxa, principalmente no primeiro tempo, o Criciúma foi derrotado por 2 a 1 pelo América-MG, na noite desta terça-feira, fora de casa. Na etapa final, o time teve uma leve melhora, mas não conseguiu igualar. O adversário teve uma noite iluminada do camisa 10: Matheusinho. Ele marcou os dois gols do jogo. Léo Gamalho, na etapa final, chegou a descontar, mas não foi o bastante. Agora, o Tricolor Carvoeiro pode voltar ao Z-4 da Série B, dependendo dos resultados da rodada. Oeste, Figueirense, Vila Nova e São Bento podem passar o Tigre na classificação. No pior cenário, o Criciúma volta ao 19º lugar. Improvável, mas possível. Caso dois dos quatro times vençam, o time treinado por Waguinho Dias já volta para a zona desconfortável da tabela.

O Criciúma não vence o América, em Minas Gerais, desde 2006. São 13 anos e, agora, oito jogos. Para tentar mudar o cenário, com uma marcação alta, na linha de defesa do América, o Tigre dificultava a saída de bola dos donos da casa, que eram obrigados a fazer lançamentos ao ataque. Mateusinho, pela esquerda, era o mais acionado pela parte ofensiva do Coelho. O time mineiro tinha mais volume de jogo, mas não conseguia criar chances de perigo, enquanto o Tigre saia para o ataque com trocas rápidas de passes. Ambas as equipes tinham bom ritmo de jogo, mas não conseguiam concluir a gol as jogadas, pois erravam muito o último passe.

Aos 19 minutos, na primeira finalização da partida, Matheusinho fez uma grande jogada pela esquerda, passou por Maicon e Wesley, e bateu forte, de fora da área, no ângulo superior de Luiz, que nada pôde fazer. 1 a 0 para o América em um golaço do jovem formado na base do clube mineiro. Aos 22 minutos, Júnior Viçosa percebeu Luiz adiantado e finalizou da intermediária, pouco depois do meio campo, mas a bola saiu. Finalização ousada do centroavante do América, mas que não assustou o goleiro do Tigre. O Criciúma seguiu no jogo ofensivo, em busca do empate, mas ainda errava muito na última bola, antes da finalização. Aos 26 minutos, o primeiro chute do Tigre: Vinícius finalizou torto e fraco, da intermediária. No minuto seguinte, novamente Matheusinho fez jogada pelo meio, passou por dois e tocou para Leandro Silva, que bateu forte, mas a bola saiu ao lado do gol de Luiz. A marcação do Criciúma não conseguia encontrar o jovem atacante do América.

Aos 30 minutos, Leandro Silva finalizou na entrada da grande área e os jogadores do América pediram pênalti, alegando que a bola teria batido no braço de Derlan, mas o juiz nada marcou. Na saída para o ataque, o meio campo do Criciúma tinha dificuldade em criar as jogadas de ataque. Aos 34 minutos, Diego Ferreira fez boa jogada pela direita e cruzou, Derlan afastou parcialmente e Júnior Viçosa finalizou pressionado por Sandro. A bola passou perto da trave. No minuto seguinte, novamente Viçosa recebeu na área, mas bateu mascado e Derlan afastou. O Criciúma terminou o primeiro tempo sem levar perigo ao gol de Airton. Antes do final da etapa inicial, Matheusinho ainda ampliou. Diego Ferreira cruzou rasteiro da direita e o camisa 10 se deslocou até a marca do pênalti para finalizar e marcar 2 a 0 aos 46 minutos. “Morosidade nítida no primeiro tempo. Muito espaço para o adversário jogar e não era isso para ser feito. Fomos muito apáticos e poderia ter levado mais. Agora é corrigir porque ficamos muito abaixo”, disparou o goleiro Luiz, no intervalo.

Na etapa final, com Marcos Vinícius e Caique, nos lugares de Maicon e Daniel Costa, o Criciúma tentou diminuir a vantagem do adversário. Aos cinco minutos, o América errou a saída de bola, Léo Gamalho recuperou e lançou Reinaldo aie arrancou pela direita, mas foi derrubado por Pedrão. Falta. Na cobrança de Marlon, Sandro cabeceou para a defesa de Airton. O Tigre tentava se impor no jogo, mas seguia com dificuldade de armação de jogadas e proporcionava contra-ataques ao adversário. Aos 13 minutos, Marlon apareceu pela esquerda e cruzou para Wesley que pegou mal na bola e finalizou errado.

Aos 19 minutos, Pedrão vacilou, errou ao afastar a bola, Caique cruzou e Léo Gamalho, no meio da área, só deslocou Airton para descontar: 2 a 1. Aos 22 minutos, Vinícius foi derrubado. Falta. Marlon cobrou rasteiro, fraco, para fácil defesa de Airton. O Criciúma melhorou no segundo tempo, mas ainda sem pressionar muito o adversário. Caique deu mais dinâmica ao meio campo. O América tentava chegar em contra-ataques, mas sentia dificuldade. O time da casa piorou em relação ao primeiro tempo.

Aos 31 minutos, Neto Berola arrancou pela esquerda e cruzou para Júnior Viçosa, que foi travado por Derlan. O time da casa pediu pênalti, mas nada houve. No minuto seguinte, o mesmo Viçosa foi pressionado por Sandro, na área, e não conseguiu concluir. Aos 35 minutos, Marlon errou a saída de bola e França arrancou pela direita, mas Derlan e Luiz fizeram a cobertura e o goleiro ficou com a bola. O jogo ficou franco, nos últimos 10 minutos. Aos 40 minutos, Marlon cobrou escanteio, a zaga afastou e Reinaldo chutou em cima de outro defensor. Nos acréscimos, Neto Berola foi lançado pela esquerda, sozinho, e Luiz teve que ir até a intermediária para derrubar o jogador do time mineiro. O goleiro e capitão foi expulso e, como o Tigre já havia feito as três alterações, Marlon foi para o gol. Ainda assim, o Tricolor Carvoeiro conseguiu se segurar sem levar o terceiro gol.

Campeonato Brasileiro – Série B – 22ª Rodada

Terça-feira (10/09) – 21 horas – estádio Independência, em Belo Horizonte

AMÉRICA-MG

Airton; Leandro Silva, Pedrão, Ricardo Silva, João Paulo; Flávio (França), Juninho e Willian Maranhão; Diego Ferreira (Neto Berola), Júnior Viçosa e Matheusinho (Marcelo Toscano). Técnico: Felipe Conceição

CRICIÚMA

Luiz; Maicon (Marcos Vinícius), Sandro, Derlan e Marlon; Liel, Wesley e Daniel Costa (Caíque); Reinaldo, Léo Gamalho e Vinícius (Andrew). Técnico: Waguinho Dias

Arbitragem: Diego Pombo Lopez; Auxiliares: Elicarlos de Oliveira e Jucimar Dias. (trio da BA)

GOLS: Matheusinho (19/1T e 46/1T) (A); Léo Gamalho (19/2T) (C)

Cartões Amarelos: Reinaldo, Marcos Vinícius, Caíque e Derlan (C); Pedrão e João Paulo (A)

Cartões Vermelhos: Luiz (C)

Público: 1.583

Renda: R$ 7.384,00

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.