Criciúma: Municipal terá um campeão inédito

Argentina e Unidos Santa Luzia disputarão pela primeira vez a final do campeonato criciumense. Partida decisiva será no sábado no Mário Balsini

- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

O Municipal de Criciúma conhecerá um campeão inédito. Unidos Santa Luzia e Argentina disputarão a final da competição, no sábado, dia 20, a partir das 15 horas, no estádio Mário Balsini. Caso a partida termine empatada, o título será decidido na cobrança de tiros livres da marca do pênalti.

As vagas foram conquistadas após as disputas das semifinais. Ontem, sob chuva, o Argentina derrotou o Colorado por 2 a 0, no estádio João Estevão de Souza, bairro Metropol. Lucas marcou os dois gols do jogo: o primeiro aos 26 minutos do primeiro tempo e o segundo aos 36 minutos da etapa final.

No sábado, em jogo disputado no Campo da Associação Atlética São Luiz, o Unidos Santa Luzia derrotou o Renascer, atual campeão da competição, por 1 a 0, garantindo a vaga para a final da competição. Orelha, aos 10 minutos da etapa final, marcou o gol da classificação. O vencedor da Taça Professor Everaldo levantará o troféu pela primeira vez. Em 2008, o Unidos da Argentina chegou a ganhar o título, mas, com o novo nome, o Argentina nunca venceu a competição.

Nos últimos quatro anos, Boa Vista e São Luiz – que sequer disputou a competição deste ano – foram times que frequentaram as decisões. Em 2015, o São Luiz ganhou do Vasco, do bairro Boa Vista. No ano seguinte, a equipe perdeu para o Internacional do bairro São Defende. Em 2017, o Boa Vista superou o Colorado na decisão e, no ano passado, o Renascer bateu o Boa Vista. Agora, Argentina ou Unidos Santa Luzia será o campeão municipal de Criciúma.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.