Criciúma recebe etapa da Olimpíada de Matemática da UFSC

Segunda fase da competição reúne mais de 300 estudantes de escolas públicas e particulares

Foto: Divulgação/Ana Lúcia Pintro
- PUBLICIDADE -

Criciúma

Mais de 300 alunos de escolas públicas e particulares participaram na tarde desse sábado, 31, da etapa regional da Olimpíada de Matemática organizada pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). As provas foram realizadas no Colégio São Bento, em Criciúma, reunindo estudantes do Ensino Fundamental e Médio.

- PUBLICIDADE -

Essa foi a segunda fase da 22ª Olimpíada Regional de Matemática de Santa Catarina (XXII ORM). “Criciúma é dos seis polos do estado. Registramos, aqui, a presença de 157 dos 196 aprovados. O Ensino Médio costuma faltar em provas deste tipo e percebemos a ausência de apenas quatro dos 30 aguardados”, informou o aplicador das provas, Leonardo Borges Leão.

Os alunos dos quintos anos realizaram a prova da 9ª Olimpíada Regional Mirim de Matemática (IX ORMM) na escola Serafina Milioli Pescador. Criciúma, Cocal do Sul, Içara, Florianópolis e Joinville foram os únicos municípios catarinenses a inscreverem escolas públicas na competição.

Segundo a coordenadora pedagógica dos anos iniciais da Secretaria de Educação de Cocal do Sul, Jéssica Ramos, os professores participaram de treinamentos mensais em Florianópolis. “Em junho, foram classificados 441 alunos para a segunda fase. Destes, 149 são dos três municípios da nossa região. Nosso município compareceu com 29 crianças, que gostaram da experiência”, comentou Jéssica.

João Filipe Fernandes Corrêa estuda no sexto ano da Escola Professor Francisco Skrabski e considerou a prova difícil. Segundo o estudante, o conteúdo era diversificado e cobrou questões de porcentagem, frações e lógica. “Esta não é uma competição entre escolas, é uma competição saudável entre os alunos para provocá-los a estudar mais e a encontrar caminhos para solucionar os problemas”, justificou Leão.

Dia de planejamento

Enquanto ocorriam as provas, os professores que atuam no projeto Matemática em Foco planejaram as atividades dos encontros realizados semanalmente nos clubes das escolas municipais de Criciúma. “Hoje, nosso estudo esteve focado em problemas que envolvem tabuleiros, comuns nas provas olímpicas. Nas próximas aulas, iremos explorar conceitos de área, perímetro e possibilidades utilizando os poliminós, que são figuras geométricas planas formadas por um ou mais quadrados”, explicou Karine Calegari Morotskoski, coordenadora do projeto.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Criciúma

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.