No primeiro semestre, Imbralit supera em 30% o faturamento do mesmo período de 2018

Há quatro trimestres consecutivos em crescimento, a fabricante de telhas de fibrocimento e caixas d’água completa 45 anos e se consolida como líder na Região Sul

- PUBLICIDADE -

Marciano Bortolin

Criciúma 

- PUBLICIDADE -

Às vésperas de comemorar 45 anos de fundação, a Imbralit, fabricante de telhas de fibrocimento e caixas d’água comemora o bom momento vivido. A empresa, com sede em Criciúma, e integrante do Grupo Jorge Zanatta, registrou neste ano faturamento 30% superior ao primeiro semestre de 2018. Este já é o quarto trimestre consecutivo de crescimento, o que amplia a expectativa para o restante do ano, como aponta o Gerente Nacional de Marketing e Vendas, Giuliano Moro. “Isso nos consolida como líderes do segmento na Região Sul. A nossa expectativa é fechar o ano com volumes de vendas bem satisfatórios e desempenho acima do orçado, coroando as comemorações pelos 45 anos”, afirma.

Consolidada no Sul, a Imbralit busca a ampliação do mercado e uma das novidade é a expansão para o Nordeste do Brasil. “Tivemos um crescimento grande em participação em mercados onde não atuávamos antes tão efetivamente como o Nordeste, por exemplo. Conseguimos desenvolver uma rota via Porto de Imbituba que nos abriu possibilidades de atuar no mercado de lá”, fala.

Para celebrar o ano de aniversário e os bons resultados, a empresa prossegue com o plano de investimentos para 2019. Logística de entrega rápida ajustada às necessidades atuais do mercado, garantia de dez anos na linha de telhas de fibrocimento, sendo ela a única fabricante nacional a oferecer este diferencial, introdução da impermeabilização das telhas no processo produtivo proporcionando maior eficiência, durabilidade e confiabilidade, e a renovação da identidade visual estão entre as ações.

Moro salienta também que o fibrocimento é um produto econômico e que o crescimento se deve também a fatores como a proibição da utilização do amianto desde 2017. “Nós já vínhamos há mais de sete anos trabalhando em uma tecnologia que não use esta matéria prima, enquanto empresas que não trabalharam esta mudança tiveram maior dificuldade de fazer a migração para esta tecnologia que nós já dominamos plenamente. Isso nos ajudou na confiabilidade do produto e a aumentar a nossa participação”, enfatiza.

Desde 1974, a Imbralit produz telhas onduladas de fibrocimento e caixas d’água plásticas. Sediada em Criciúma, com atuação em todo o Brasil e com mais de 400 colaboradores, é a única empresa do setor de fibrocimento de Santa Catarina. A qualidade de seus produtos e serviços em conjunto com sua política comercial e seu desenvolvimento tecnológico, asseguram um lugar entre as empresas líderes do mercado brasileiro. Destaque pela importância que confere à Responsabilidade Social.

Outros investimentos

Na área industrial, liderada pelo engenheiro João Batista Cargnin, há 35 anos na Imbralit, o foco é a melhoria da qualidade dos produtos e nos ganhos de produtividade. Segundo Cargnin, “este ano estamos investindo muito em melhorarias de processo para aumentar a impermeabilização das telhas, além de modernização tecnológica já com vistas a indústria 4.0”, cita o engenheiro.Para o segundo semestre, a Imbralit também irá disponibilizar uma plataforma online de implantação de pedidos, que promoverá maior interação com a fábrica. A ampliação do portfólio de produtos e ações coordenadas no ponto de venda junto a parceiros estratégicos com o intuito de fortalecer a marca está entre os destaques para a segunda parte do ano. “Mesmo estando com uma economia retraída, com um mercado da construção civil que não vem crescendo conforme as expectativas, nós ainda acreditamos que o mercado de fibrocimento tenha crescimento e nós estamos investindo pesado em uma nova linha de produção que vai aumentar a nossa capacidade em pelo menos 30%. Ela já está em execução e deve começar a funcionar a partir da segunda metade de 2020”, revela.

O meio ambiente é outra preocupação destacada por Moro, que aponta que a empresa possui o ISO 14001. “Todo o nosso circuito de água é fechado, não jogamos fora, tudo é retrabalhado, buscando atuar da forma mais eficiente possível e com menos impactos para a sociedade”, complementa.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Por: Marciano Bortolin
Em: Criciúma

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.