Na abertura da Expomais, destaque ao futuro do trabalho e ao e-commerce

Evento foi aberto oficialmente na tarde desta quarta-feira, com as palestras de Alexandre Pellaes e Rogério Salume

- PUBLICIDADE -

A quarta edição da Expomais foi aberta oficialmente na tarde desta quarta-feira, destacando o futuro do trabalho e o e-commerce, em palestras ministradas pelo pesquisador Alexandre Pellaes e pelo empresário Rogério Salume, respectivamente. Também foram realizadas as primeiras atividades paralelas, em forma de painéis. A programação do primeiro dia terá sequência esta noite, com as palestras de Daniel Franco, diretor de Inovação Duratex, e Hugo Rodrigues, CEO da Printi.

Primeiro a falar, Pellaes abordou as transformações nas relações de trabalho e nos modelos de gestão, e como isso se reflete não só na carreira profissional, mas na vida das pessoas. E foi essa consciência que o levou a mudar radicalmente a própria trajetória: do sonhado emprego como “controller” para a pesquisa e especialização em modelos flexíveis de gestão, significado do trabalho e o papel da produção individual.

- PUBLICIDADE -

Foram nada menos que 14 trocas de emprego, de vendedor de cursos de inglês na rua a CEO de empresas nacionais, multinacionais, públicas, privadas, gigantes e startups. “O trabalho é uma grande impressora 3D, onde imprimimos quem somos para o mundo ver. E pode nos dar orgulho ou ojeriza. Qual o impacto social e psicológico que estamos gerando nos outros e em nós mesmos com o nosso trabalho?”, questionou.

O pesquisador apresentou o trabalho como um meio de desenvolvimento pessoal. “No futuro, não será essa forma ‘encaixotada’. Vamos trabalhar com mais qualidade e não com a preocupação de quantidade. Estamos viciados num modelo que fazia sentido em outro momento”, argumentou.

Foco nas pessoas

Essas mudanças, conforme Pellaes, levam também a um novo modelo de gestão, focado nas pessoas, com formas diferentes de liderança, onde há papéis em vez de cargos. “Qualquer negócio de sucesso começa nas pessoas. Para a Wine, o nosso grupo de colaboradores está em primeiro lugar, porque se não estiverem motivados, felizes, não vão tratar bem os clientes”, concorda o empresário Rogério Salume, fundador do Wine.com.br, palestrante que apresentou o case da empresa logo a seguir.

Segundo ele, a ideia de vender vinhos on-line, que nasceu com a Estação do Vinho em 2004, foi estruturada a partir desse pilar. O primeiro objetivo da empresa também tinha um viés voltado às pessoas: democratizar o consumo de vinhos no Brasil, oferecendo momentos de prazer ao consumidor. Aliados a isso, oferecer várias opções de produtos, que podem ser comprados pela internet e recebidos em casa. Seguindo essa fórmula, a Wine alcançou o top 3 mundial na venda de vinhos.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Por: Marciano Bortolin
Em: Criciúma

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.