Juíza pede que o Ministério Público se manifeste sobre a Carbonífera Criciúma

- PUBLICIDADE -

A juíza Eliza Strapazzon publicou despacho após pedido de falência da Cabonífera Criciúma feito pelo advogado Maurício Colle, administrador judicial da empresa. No documento, ela solicita que o Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) se manifeste sobre a questão. “Diante da necessidade de manifestação do Ministério Público (cuja análise demanda maior celeridade em razão da urgência, já que pendente decisão judicial sobre a concessão da recuperação judicial ou a convolação em falência), determino a imediata intimação do Ministério Público para que se manifeste nos autos, no prazo máximo de 2 (dois) dias úteis, considerando a aproximação do recesso forense”, escreveu.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Criciúma

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.