Gás natural contribui para competitividade da indústria

SCGás distribui combustível para mais de 280 indústrias catarinenses

- PUBLICIDADE -

Florianópolis

Marcelo de Bona

- PUBLICIDADE -

Mesmo com a projeção de reajuste para o próximo ano (4% em janeiro e 8% em julho), o gás natural segue colaborando para a competitividade das indústrias de Santa Catarina. Desde 2015, o Estado conta com o valor mais competitivo do Brasil para o gás industrial.

“Isso permite que mais de 280 indústrias atendidas em Santa Catarina tenham significativa vantagem para concorrer com o mercado interno. A oferta de um gás natural competitivo também é fator que atrai novos investimentos no Estado, por meio de novos empreendimentos produtivos que buscam no gás natural além da economia, eficiência nos seus processos. Por exemplo, o porcelanato é muito difícil de produzir com outra forma de energia”, destaca gerente comercial do mercado industrial da SCGás, Samuel Bortoluzzi.

Seminário discute tarifas e suprimento de gás em SC

O suprimento do gás natural em Santa Catarina será debatido nesta quarta-feira, em seminário, na Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc), em Florianópolis.

No encontro, será lançada a Frente Parlamentar do Gás Natural, que será coordenada pelo deputado Luiz Fernando Cardoso, o Vampiro. O evento é promovido pela Câmara de Assuntos de Energia da Federação em conjunto com a SC Gás.

“Estamos criando uma Frente Parlamentar específica para trabalhar e ficar atenta a evolução dos futuros contratos desta fonte energética. É uma inovação. Há 25 anos existia o monopólio. Agora, com abertura do mercado existe a expectativa não só de um preço com uma razoabilidade, com segurança jurídica, mas principalmente podendo potencializar para outras regiões e comprando com outros fornecedores”, informa o deputado.

Confira a reportagem completa na edição desta quarta-feira, dia 23, do jornal Tribuna de Notícias.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.