Distribuição de GNV registra melhor primeiro semestre desde 2013 em SC

Resultado de vendas mantém patamar de crescimento e confirma expansão da atividade econômica do estado na primeira metade de 2019

Imagem ilustrativa | Foto: Lucas Colombo/Arquivo
- PUBLICIDADE -

A SCGÁS atingiu o melhor índice de vendas de GNV (gás natural veicular) nos seis primeiros meses do ano desde 2013, quando foi desencadeada crise econômica no país. Em comparação com o primeiro semestre de 2018, foi registrado um crescimento de 7,27% no volume de distribuição do combustível em Santa Catarina.

Com base no conceito de ciclo de vida do produto, o GNV passou pelas fases de introdução e crescimento de vendas a partir de 2001, quando a SCGÁS começou a distribuí-lo no Estado, até 2008. No período de 2008 a 2012 as vendas atingiram a fase de maturidade com recordes e estabilidade nos volumes de distribuição. Em 2013, o combustível passou a registrar declínio de vendas, acentuado principalmente pela crise econômica nacional e fatores que exigiam certo reposicionamento do produto em razão da entrada da solução flex no mercado de veículos.

- PUBLICIDADE -

Mas, desde 2016, tem sido constatado novo crescimento gradual do mercado de GNV, acompanhando o reaquecimento da atividade econômica estadual. Com um volume de vendas de 4,03 milhões de m³, 2018 terminou próximo do maior recorde registrado pela empresa em 2011, quando foram distribuídos 4,42 milhões de m³, indicando a forte retomada dos últimos anos.

Dados divulgados pela Fiesc revelam que Santa Catarina cresceu 3,18% nos primeiros quatro meses de 2019, enquanto o Brasil cresceu, em média, 0,94%. Em comparação com maio de 2018, a atividade econômica de Santa Catarina cresceu 8,11%.

Resultados gerais da SCGÁS no 1º semestre de 2019

O volume médio mensal de distribuição de gás natural considerando todos os segmentos atendidos pela SCGÁS foi de 58 milhões de m³ até junho, o que representa um crescimento de 3,4% em relação aos primeiros seis meses de 2018. O resultado operacional acumulado da empresa no primeiro semestre de 2019 é de lucro no montante de R$ 48 milhões.

Na primeira metade do ano, a SCGÁS investiu um total de R$ 9,8 milhões em projetos de expansão da rede de distribuição e a projeção é de que mais R$ 27,5 milhões sejam investidos na segunda metade de 2019. Até junho, foram interligados 546 novos consumidores, sendo 10 indústrias, dois postos de GNV, 14 estabelecimentos comerciais e outras 520 unidades residenciais. A previsão é de que mais 2.064 clientes sejam atendidos até dezembro, ultrapassando o número de 15 mil consumidores de gás natural em Santa Catarina, considerando todos os segmentos.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.