Cosméticos veganos ganham o mercado

- PUBLICIDADE -

Marciano Bortolin

Criciúma

- PUBLICIDADE -

A utilização de cosméticos não é novidade para ninguém. Produtos dos mais variados tipos e para praticamente todas as finalidades estão à disposição no mercado. Mas uma novidade que tem atraído ainda mais atenção são os itens chamados veganos, ou seja, fabricados com ingredientes naturais e sem a realização de testes em animais. Uma das empresas especializadas neste nicho é a Biozenthi, que tem sede em Criciúma.

O geneticista, com formação em Ciências Biológicas, Márcio Acordi, explica que as pessoas têm se preocupado cada vez mais com o meio ambiente, com a saúde e com os animais, o que as fazem buscar este tipo de produto. “Então acabam aceitando e procurando produtos mais naturais. Também tem crescido o número de pessoas veganas”, comenta.

Acordi lembra que a Biozenthi, além de fabricar produtos totalmente veganos, coloca produtos no mercado diferenciados no aspecto hipoalergênicos e não utilizando ingredientes que possam ser nocivos a saúde. “Um exemplo são as fragrâncias existentes nos cosméticos, que dão o cheiro ao produto. Estas substâncias, respondem por algo em torno de 70% das alergias e intolerâncias químicas. Muitas pessoas não sabem, mas bastante casos de enxaquecas, cefaleias são intolerâncias químicas causadas pelo cheiro forte dos produtos. Outras pessoas desenvolvem dermatites, inflamações ou erupções na pele causada por substancias que são nocivas”, cita. 

Algumas pessoas celíacas, por isso também a inportância da produção de itens sem glúten.

Acordi salienta também que a maioria dos veganos pesquisa muito antes de efetuar as compras. “Têm muitos produtos veganos no mercado, porém alguns destes são nichos de uma parcela dos demais produtos no qual a indústria queira se diferenciar, porém para os outros produtos não importa se foi ou não testado em animais. Os veganos pesquisam isso e acabam boicotando todos os produtos de uma indústria se ela não tem esta filosofia incorporada em seu DNA”, fala.

A Biozenthi, por exemplo, utiliza todos os ingredientes vegetais ou minerais, como os extraidos de rochas, para retirar a pigmentação para fabricação de maquiagens. O cuidado vai além da fabricação em si, conforme aponta Acordi. Ele salienta que a empresa não adquire nada que foi testado em animais e nem da China, onde há a obrigatoriedade de testes am animais. “Também não expostamos para lá, justamente por esta obrigatoriedade. Todo o resíduo de plásticos gerados na indústria como galões, papelão e outros insumos que são recicláveis, são destinados a coletores. Isso é um começo de ações que não são difíceis. Para que todos possam fazer, basta ter um início”, pontua.

Além da contribuição ao meio ambiente, os produtos veganos têm melhor eficácia no resultado. “Isso se dá uma vez que as matérias-primas utilizadas são selecionadas e de primeira qualidade. Menores chances de alergias e, como as formulações fogem dos comodites, conseguiram trabalhar bem a formulação, como por exemplo, nossos filtros solares que tem o toque mais seco do mercado, não deixando a pele toda oleosa. Para chegarmos a isso são necessários muitos anos de pesquisa. Um filtro solar, por exemplo, passou por mais de 100 revisões para chegar ao produto que hoje está no mercado, para ser mais preciso foram 186 revisões”, explica.

*A reportagem completa você confere no TN desta segunda-feira, dia 18.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Por: Marciano Bortolin
Em: Criciúma

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.