Siderópolis assina na AgroPonte Lei que institui o Vale Feira

Com investimento anual de R$ 120 mil, medida deve impulsionar ainda mais a Agricultura Familiar municipal

- PUBLICIDADE -

O prefeito Hélio Cesa, o Alemão, assina na noite dessa quarta-feira, 14, a Lei que institui o Programa Vale Feira no município de Siderópolis. A partir desse mês de agosto os servidores públicos municipais terão direito a um Vale Feira no valor de R$ 20 mensais, o que totaliza um investimento de R$ 120 mil anuais e deve impulsionar a Agricultura Familiar, já que os valores devem ser utilizados para adquirir produtos de feirantes credenciados no município.

“Essa lei representa um avanço para Siderópolis. É a primeira vez que a cidade concede esse benefício aos servidores e auxilia diretamente os pequenos produtores municipais. Era um desejo do governo e de todos que representam a agricultura. Todos comemoram a instituição do programa”, destacou o prefeito Alemão.

- PUBLICIDADE -

Assinatura na 9ª Agroponte

A assinatura da Lei nº 2.335 será feita logo após a abertura da 9ª AgroPonte – Feira do Agronegócio e Agricultura Familiar, no Pavilhão de Exposições José Ijair Conti, em Criciúma, onde o município está expondo produtos locais junto ao estande da Amrec. A Feira da Agricultura Familiar de Siderópolis – Cooperbelluno, também terá espaço na feira. “A cada ano a Agroponte vai ganhando mais proporção e nossa agricultura mais destaque. A Lei do Vale Feira vem consolidar esse crescimento”, concluiu o prefeito.

Vale Feira

A Lei que institui o Programa Vale Feira foi aprovada por unanimidade pelos vereadores e concede o benefício a todos os servidores públicos celetistas, cargos em comissão e empregos temporários, excetuando alguns casos. Além de garantir que os produtos sejam adquiridos por feirantes credenciados, fica proibida a comercialização junto a terceiros. Os valores serão pagos mensalmente aos produtores mediante apresentação do vale.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.