A Polícia Militar está procurando um cidadão do bem

Nessa quarta-feira, homem, sem se identificar, pagou o café da guarnição do Grupo de Operações e deixou recado na viatura elogiando os policiais

- PUBLICIDADE -

Lucas Renan Domingos

Criciúma

- PUBLICIDADE -

“Boa tarde. Espero que tenham aproveitado o café. Parabéns por serem nossos verdadeiros heróis. A conta do café é o mínimo que podemos fazer para agradecer. Obrigado, heróis”. Foi assim que, na tarde dessa quarta-feira, 31, uma pessoa, sem se identificar, resolveu agradecer a Polícia Militar de Criciúma pelos trabalhos prestados. Em um escrito à mão em uma folha de papel, o texto foi deixado na parabrisa da viatura enquanto os policiais tomavam um café em uma lanchonete no Bairro Morro Estevão. O admirador secreto também pagou a conta da guarnição. A PM está atrás do cidadão do bem.

Eram seis policiais que receberam o “presente”, todos do Grupo de Operações do 9º Batalhão de Polícia Militar (9ºBPM). O comandante da guarnição, cabo Russel da Silva, conta que a única informação sobre quem fez a gentileza, é de que se trata de um homem. “Entre uma blitz e outra, no nosso intervalo, costumamos fazer o café. Ontem paramos nesse estabelecimento. E tivemos essa grada surpresa”, diz.

O desejo da guarnição é poder retribuir o agradecimento. Sem demais pistas de quem seja o bondoso, os policiais aguardam que a pessoa procure o batalhão. “Ficaríamos muito contentes. Quem sabe fazer uma foto e dizer o um muito obrigado”, projeta o cabo. O pagamento da comanda de aproximadamente R$ 60, conforme os cálculos de Russel, lógico, foi muito bem-vindo.

Parte da guarnição com coronel Cosme Manique Barreto, comandante da 6ª Região de Polícia Militar. Foto: Divulgação

Porém, o que mais emocionou os policiais foi a mensagem deixada no vidro. “Ficamos satisfeitos pelo café. A dona do local não soube identificar quem era o homem, mas o que nos deixou muito mais alegres foi o recado”, comentou. “Eu tenho 16 anos de polícia e nunca isso havia acontecido. Assim como toda profissão, há críticas, mas nem todas são construtivas. Quando recebemos um elogio, ainda mais vindo da sociedade, com certeza vamos nos animar muito mais para desempenhar as tarefas”, acrescenta o cabo.

E o bilhete vai, sim, servir de motivação. O papel foi dobrado e guardado na viatura utilizada pelos policiais. “Quando a nossa moral estiver baixa, vamos olhar e lembrar que tem pessoas que nos motivam a seguir em frente”, completa Russel.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.