Negócio de Mulher promove painel com líderes empresariais da região

A noite dedicada às mulheres no próximo dia 11 ainda terá Feira e Rodada de Negócios no Centro de Eventos Rhóis, em Içara. O início será às 18h30.

- PUBLICIDADE -

Elas disseram sim ao desafio de promover o desenvolvimento econômico da região. Adriana Mara de Oliveira, Bruna Quarezemin, Larissa Bortolotto e Thayni Librelato estão à frente das associações empresariais de Içara, Cocal do Sul, Nova Veneza e Orleans. E também estarão no palco da segunda edição do Negócio de Mulher para contar suas experiências. A noite dedicada às mulheres no próximo dia 11 ainda terá Feira e Rodada de Negócios no Centro de Eventos Rhóis, em Içara. O início será às 18h30.

Bruna é advogada e liderou o movimento para a fundação da ACI em Cocal do Sul. Larissa é responsável pela gestão de empresas em Nova Veneza, foi presidente da Associação Neoveneziana de Turismo e atualmente está na presidência da Aenove. Thayni faz parte do Conselho de Administração da Librelato, é embaixadora da Casa Guido e presidente da Acio. Já Adriana é integrante do Observatório Social do Brasil em Içara e Santa Catarina, além de titular do tabelionato de notas e protestos de Içara e presidente da Acii.

- PUBLICIDADE -

“Nosso objetivo é fomentar a participação feminina na economia. Fizemos o encontro em 2018 e queremos entregar um evento ainda mais bonito, dinâmico e inspirador neste ano. Essa troca de conhecimento e o networking são propulsores para uma geração de mulheres protagonistas”, indica a presidente do Núcleo de Mulheres Empreendedoras da Acii, Milena Paz Casagrande. Segundo ela, os ingressos destinados exclusivamente ao público feminino podem ser adquiridos, até sexta-feira, com as integrantes do núcleo ou na Acii. O valor é R$ 50 e inclui o jantar.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.