Morro da Fumaça: Município reforça orientações sobre meningite nas escolas e creches

Durante esta sexta-feira, dia 4, profissionais das secretarias de Saúde e de Educação visitam todas as escolas e Centros de Educação Infantil (CEIs) da cidade, onde se reúnem com diretoras, professoras e zeladoras que, além das orientações, também tiram todas as dúvidas apresentadas.

- PUBLICIDADE -

Ação constante das vigilâncias Sanitária e Epidemiológica, as orientações sobre os cuidados para evitar doenças, principalmente meningite, ganha reforço por parte do Governo Municipal. Durante esta sexta-feira, dia 4, profissionais das secretarias de Saúde e de Educação visitam todas as escolas e Centros de Educação Infantil (CEIs) da cidade, onde se reúnem com diretoras, professoras e zeladoras que, além das orientações, também tiram todas as dúvidas apresentadas. “Sempre manteremos as pessoas bem informadas, por isso estamos indo até as escolas e CEIs. Queremos que as informações corretas cheguem à população e deixamos claro que não há motivo para alarde”, fala o secretário do Sistema de Saúde, Robson Francisconi.

As equipes de cada escola também trabalham constantemente na higienização. “Todas mantém os espaços limpos, arejados, entre outras iniciativas, para evitar que casos de meningite aconteçam”, fala a secretária do Sistema de Educação, Greicy Zaccaron.

- PUBLICIDADE -

Casos descartados

Das três suspeitas de meningite, duas foram descartadas após a realização de exames e uma foi diagnosticada como meningite viral, mais branda que a bacteriana. “O Município está seguindo as medidas preventivas da doença prestando todo o suporte, sempre mediante os protocolos e orientações da Gerência Regional de Saúde e da Secretaria de Estado da Saúde. Salientamos ainda que não há motivo para preocupação já que, como salientamos, dois casos foram descartados e um diagnosticado com Meningite Viral, menos grave e mais comum nesta época do ano”, comenta Francisconi.

Ainda pela manhã, os profissionais das duas secretarias se reuniram para definir estratégias no combate e conscientização da doença. “Não há motivo para alarde. A população pode ficar tranquila, pois a situação de Morro da Fumaça está normal”, enfatiza o secretário.

A meningite viral costuma ser caracterizada por um quadro benigno, isto é, menos grave e a grande maioria dos pacientes curam sem sequelas. Os sintomas assemelham-se aos de viroses comuns como febre, diarreia, dor de cabeça, além de rigidez na nuca.

Prevenção

As medidas de prevenção, por ser uma doença de transmissão respiratória de pessoa para pessoa através de gotículas de saliva, são: lavar as mãos frequentemente, não compartilhar objetos pessoais, usar álcool 70%, não frequentar locais com aglomero de pessoas, deixar os ambientes sempre arejados e manter as carteiras de vacinação em dia.

Nota oficial

A Secretaria do Sistema de Saúde de Morro da Fumaça, através das vigilâncias Sanitária e Epidemiológica, comunica que dos três casos suspeitos de meningite em escolas do distrito de Estação Cocal, dois foram descartados e um diagnosticado com Meningite Viral, que é menos grave.

Na manhã desta sexta-feira, dia 4, profissionais das secretarias de Saúde e de Educação se reuniram para traçar estratégias e durante o dia estão visitando todas as escolas e Centros de Educação Infantil (CEIs) da cidade. Reforçamos que o Município está seguindo as medidas preventivas da doença prestando todo o suporte, sempre mediante os protocolos e orientações da Gerência Regional de Saúde e da Secretaria de Estado da Saúde.

Salientamos ainda que não há motivo para preocupação já que, como salientamos, dois casos foram descartados e um diagnosticado com Meningite Viral, menos grave e mais comum nesta época do ano.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.