Governo de SC faz concurso para chamar 600 novos agentes penitenciários

As inscrições poderão ser feitas a partir de 14 de outubro e vão até dia 13 de novembro

Foto: Divulgação/Secom
- PUBLICIDADE -

Redação

Santa Catarina

- PUBLICIDADE -

A Secretaria de Estado da Administração Prisional e Socioeducativa (SAP) lançou nesta quarta-feira, 9, o edital do concurso público para o preenchimento de 600 vagas do cargo de agente penitenciário. As inscrições poderão ser feitas no site do exame a partir de 14 de outubro e vão até dia 13 de novembro. A primeira etapa da prova será realizada no dia 1º de dezembro nos municípios de Blumenau, Chapecó, Criciúma, Grande Florianópolis, Itajaí, Joinville e Lages.

O governador Carlos Moisés lembra que essa ação vem reforçar o compromisso assumido em melhorar a segurança pública de Santa Catarina. “Criando vagas para agentes, melhoramos as condições do sistema prisional. Além deste concurso, reforçamos efetivos do IGP e vamos convocar também policiais civis e soldados dos Bombeiros Militares. Tudo contribui para reduzirmos ainda mais os índices de criminalidade”.

De acordo com o secretário da Administração Prisional, Leandro Lima, o concurso público atende a uma necessidade antiga da pasta e do sistema. “Essa medida nos permite abrir novas vagas no sistema prisional, colocar em operação as unidades já existentes e que ainda se encontram inativas por falta de pessoal otimizando outras vagas no sistema prisional e dando mais segurança para a sociedade catarinense”, destacou o secretário.

O concurso do Departamento de Administração Prisional de Santa Catarina (Deap) tem seis fases que envolvem prova objetiva, teste de aptidão física, psicotécnico, toxicológico, etapas de investigação social e o Curso de Formação Profissional. O edital está na página do Deap.

Mais efetivo para a segurança pública

Nesta semana foram empossados 96 profissionais do Instituto Geral de Perícias (IGP), sendo 94 peritos e dois papiloscopistas. O governador Carlos Moisés também já assinou a chamada de 50 agentes e 50 escrivães para a Polícia Civil, que se somam aos 34 novos delegados já empossados. Em novembro, está prevista a convocação de 150 soldados do Corpo de Bombeiros Militar, que ainda terá mais 142 chamados em março de 2020.

A Polícia Militar já tem o aval do governador para chamar 35 oficiais e 500 soldados após os concursos que estão em andamento.

 

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.