Florianópolis: Redução da tarifa mínima da Casan

Implantação de novas tarifas foi um estudo da Agência de Regulação de Serviços Públicos de Santa Catarina

- PUBLICIDADE -

O governador Carlos Moisés anunciou na coletiva sobre os 100 dias de governo, na terça-feira, uma novidade, à redução da tarifa mínima da Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan). A Agência de Regulação de Serviços Públicos de Santa Catarina (ARESC) fez o estudo que propôs uma sugestão de tarifa mínima.

Segundo a assessoria da ARESC a nova proposta prevê redução da tarifa mínima de R$ 44 para R$ 29,53 caso não haja consumo, de 1 a 10 metros cúbicos R$ 1,93 por metro, de 11 a 25 metros, R$ 8,84 por metro.

- PUBLICIDADE -

No caso de consumidores em geral, quanto mais consumir, mais vai pagar. O estudo prevê também redução de R$ 8,26 para R$ 5,54 a tarifa social. Ainda não tem data para a implantação das novas tarifas.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Por: Tairini Marcelino
Em: Florianópolis

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.