Curso de pintura forma novos profissionais

Projeto Reconstruindo a Cidadania tem parceria da Unesc, Bairro da Juventude e Farben Tintas

- PUBLICIDADE -

 

O Projeto de Extensão da Universidade do Extremo Sul Catarinense (Unesc) Reconstruindo a Cidadania formou nesta segunda-feira mais uma turma no Curso de Pintura Imobiliária e Moveleira. Foram 16 novos profissionais aptos a entrar no mercado de trabalho. “Estrei sem saber nada e termino com muito conhecimento e com serviços já encaminhados”, falou o orador da turma e formado Antônio Osmar Padilha.

- PUBLICIDADE -

Os novos formados estão dentro do programa de extensão da Unesc Reconstruindo Cidadania implementado no ano de 2010 em parceria da universidade com a empresa Farben Tintas. Neste ano de 2019, o curso teve também a parceria do Bairro da Juventude. O projeto desenvolve e aplica cursos de preparação e capacitação nas atividades necessárias e desenvolvidas pelas equipes de obras, voltado para pessoas interessadas em conhecimento e preparação de atividades relacionadas com a construção civil.

Os 16 novos formados realizaram as aulas teóricas no Bairro da Juventude com acompanhamento dos acadêmicos do curso de Engenharia Civil da Unesc e as aulas práticas no Laboratório de Pintura da empresa Farben Tintas, em Içara. Padilha comemorou o diploma recebido e enalteceu a importância do curso para sua vida. Segundo ele, além do aprendizado técnico, também adquiriu mais conhecimento para a vida. “Muito bom em todos os sentidos, muito bem aproveitado. Esta parceria entre a Unesc, Bairro da Juventude e Farben não pode parar e poderá beneficiar muitas pessoas que queiram ganhar uma nova opção profissional”, pontua Antônio.

Segundo ele, já foi contratado para realizar a pintura de um apartamento e já tem encaminhado um pedido para repintura de um automóvel. “Quero agradecer a todos os profissionais da Farben, que além das aulas práticas normais do curso, ainda me proporcionaram um aprendizado de trabalhar com a tinta automotiva”, fala. Rosimeri do Nascimento Henrique foi outra formada que aproveitou a oportunidade. Segundo ela, sempre teve interesse em mexer com pintura. Rosimeri trabalha como diarista e pretende procurar outros profissionais de pintura para aperfeiçoar ainda mais o que aprendeu no curso. “Tenho intenção de trabalhar com pintura e restauração de móveis”, relata Rosimeri.

A diarista também já recebeu proposta de trabalho com pintura. Segundo ela, os patrões onde trabalha querem que ela pinte o apartamento. “Eu faria tudo de novo, meus filhos me apoiaram. Quanto mais oportunidades melhor”, aponta. Também recebeu o diploma Simone Andreia Esmeraldino da Costa. Ele fez o curso pelo convívio que teve com o marido durante os 22 anos que estiveram juntos. “Meu marido foi pintor e quero trabalhar com pintura também”, ressaltou Simone.

Histórico

O projeto Reconstruindo Cidadania executou os primeiros cursos de pintura em parceria com a empresa Farben Tintas no ano de 2010 e 2011 formando três turmas em parceria com a Prefeitura de Criciúma. Em 2012, o projeto foi realizado em Jacinto Machado, em parceria com a Associação Empresarial (ACIJAM) e com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social de Jacinto Machado.

Em 2013, a parceria foi com a Abadeus e nos anos seguintes o curso foi realizado em Cocal do Sul, em parceria com a Prefeitura daquele município. Em 2016, foi a vez de profissionais de uma imobiliária se aperfeiçoarem com o curso, que nestes três últimos a parceria foi com o Bairro da Juventude.

A coordenadora dos cursos de extensão da Unesc, professora Mônica Elizabeth Daré, ressalta que fica emocionada em todas as formaturas que são realizadas. “Num momento como este, eu sou tomada pela emoção”, pontua. Segundo ela, sempre recebe informações de pessoas que se formaram no curso e que aproveitaram e mudaram as suas carreiras.

Os acadêmicos do curso de engenharia civil Rafael Prado e Douglas Pirola falaram da alegria de acompanhar o grupo e do conhecimento que também adquiriram com os novos profissionais. Já o professor do Bairro da Juventude Marcelo dos Santos ressalta a importância da parceria com a Unesc e a Farben Tintas para a realização dos cursos. “A Família Zanatta sempre acreditou no trabalho do Bairro da Juventude com apoio em diversas áreas”, conclui o professor.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.