Criciúma: Feira da Agricultura Familiar ocorre nesta quinta-feira

Aproximadamente 15 agricultores estarão oferecendo seus produtos na entrada principal do Paço Municipal Marcos Rovaris

Foto: Jhulian Pereira
- PUBLICIDADE -

A Feira da Agricultura Familiar já se tornou um evento tradicional no Paço Municipal Marcos Rovaris, dando visibilidade aos produtos oriundos da agricultura criciumense. A oitava edição ocorre nesta quinta-feira (8), das 9h às 17h. A iniciativa é da Administração Municipal, através da Gerência de Agricultura e Agronegócio, em parceria com a Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri).

Nesta edição, a feira se encontra mais que consolidada entre os munícipes, oferecendo uma variedade de produtos feitos na zona rural do município. Os 15 agricultores estarão vendendo grãos, temperos, flores, cuca alemã, chips de banana, bolo de pote, pamonha e embutidos com certificados do Serviço de Inspeção Municipal. Neste mês terá novos tipos de biscoitos e panificados com um preço mais acessível.

- PUBLICIDADE -

Conforme a gerente de Agricultura e Agronegócio da Prefeitura de Criciúma, Maristela Oenning Borgert Bresciani, o destaque são os alimentos orgânicos, como o morango e as verduras da época de cor verde, todos com certificação de origem garantida e sem agrotóxico em nível nacional.

Maristela também afirma que com a venda direta aos consumidores toda segunda quinta-feira de cada mês, os agricultores estão fidelizando cada vez mais os clientes. “O feedback entre comprador e vendedor é importante para aumentar ainda mais a qualidade dos produtos e em relação ao preço, por exemplo. Estamos estabelecendo normas e planejamento para melhorar ainda mais a nossa feira”, comenta.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.