As potencialidades de Forquilhinha são apresentadas no Programa do DEL

O programa é desenvolvido pela Facisc e institui um modelo de gestão capaz de contribuir para o desenvolvimento do município

- PUBLICIDADE -

Como Forquilhinha quer estar nos próximos 20 anos? O questionamento foi levantado durante a explanação do Programa de Desenvolvimento Econômico Local (DEL), na noite de quinta-feira, 26, ao prefeito e vice, secretários, vereadores, empresários e a sociedade em geral. Os dados socioeconômicos foram apresentados pelo coordenador do DEL, Osmar Vicentin, mostrando a situação em que o município se encontra e quais suas potencialidades.

O diagnóstico levantado com entrevistas em diferentes camadas da sociedade mostrou que Forquilhinha tem equipamentos públicos satisfatórios, bom histórico com a indústria de alimentos, cervejarias e outras, além de uma das energias mais baratas do país. Porém, precisa fortalecer a indústria de serviços, gastronomia, o ensino profissionalizante e explorar melhor a vocação turística.

- PUBLICIDADE -

“As cidades de Gramado e Canela são referências hoje na questão do turismo porque foram planejadas no passado. Todos os atrativos que elas possuem foram pensados nisto. Forquilhinha precisa criar um roteiro municipal e intermunicipal de turismo, que atraem as pessoas para aproveitar melhor a cidade. Se hoje vocês se apresentam como a cidade mais alemã do sul do Estado, é preciso planejar para consolidar melhor esta imagem”, disse o Vicentin.

Além da ênfase ao turismo, foram levantadas outras áreas que a cidade precisa focar para estar mais forte e desenvolvida nas próximas décadas. O programa do DEL prevê a criação de Câmaras Técnicas trabalhando em conjunto com o Conselho de Desenvolvimento Econômico, com a participação de membros da sociedade que possam contribuir na elaboração do planejamento de curto, médio e a longo prazo. “Este trabalho nos dará um norte indicando para onde queremos seguir”, conta o secretário de Desenvolvimento Econômico, Carlos Alberto Arns Filho, o Kau.

O prefeito de Forquilhinha informou que o DEL veio para preencher a lacuna existente entre o interesse público e privado. “Este programa vai ser fundamental para apontar os investimentos que devemos fazer no futuro, mostrando os interesses da população para onde a cidade deve caminhar. A sabedoria popular nos diz que quando sonhamos sozinho é apenas um sonho, mas quando sonhamos coletivamente isso vira realidade. E eu estou confiante de que vamos colher resultados positivos com o DEL”, declara o Dimas Kammer.

Saiba mais:

O DEL é um programa desenvolvido pela Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina (Facisc), e institui um modelo de gestão capaz de contribuir para o desenvolvimento nos próximos 20 anos do município. A realização dele em Forquilhinha é uma parceria entre o Governo Municipal, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Câmara de Vereadores, Associação Empresarial (ACIF), Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) e Conselho Municipal de Desenvolvimento Econômico (CMDE).

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.