Após boa ação, admirador da PM conhece batalhão

Dias atrás, homem pagou a conta de policias em uma padaria sem se identificar. Ontem, ele aceitou o convite de conhecer a estrutura da polícia.

Foto: Lucas Colombo/Tribuna de Notícias
- PUBLICIDADE -

Lucas Renan Domingos

Criciúma

- PUBLICIDADE -

No último dia 1º de agosto, o portal TNSul, publicou uma matéria contando uma boa ação de um cidadão de Criciúma. No horário do intervalo, a guarnição do Grupo de Operações do 9º Batalhão de Polícia Militar (9º BPM) tomava um café em uma lanchonete no Bairro Morro Estevão, quando foi surpreendida por uma gentileza. Ao se dirigirem ao caixa, a conta dos policiais estava paga. No parabrisa da viatura, o autor do gesto ainda deixou um recado feito a mão aos policias, os chamando de heróis. Desde a data, a PM de Criciúma queria conhecer o responsável pela atitude. E esse encontro aconteceu.

Recepcionado pelo comandante da 6ª RPM, coronel Cosme Manique Barreto, e acompanhado do seu filho e sobrinho, o homem atendeu o convite da PM para conhecer a estrutura do 9º BPM. Desejando não se identificar, ele contou que não imaginava que o ato iria repercutir de forma tão positiva.

“A intenção não era essa. Foi realmente uma surpresa. Fiz aquilo porque vou constantemente à lanchonete para tomar um café enquanto trabalho. Foi então que vi os seis policiais e notei pela expressão deles que aquele dia não estava tão positivo para eles. Então resolvi pagar, o que já fiz outras vezes”, contou o admirador da PM.

Na carta deixada na viatura, um recado de agradecimento, chamando os policiais de heróis pelo trabalho de proteção da sociedade. E foi após a divulgação da mensagem na internet que ele ficou sabendo do desejo dos policiais em conhecê-lo. “Minha esposa viu a imagem divulgada e reconheceu minha letra”, revelou.

Respeito repassado para novas gerações

O homem não esconde o respeito que tem pela PM e disse que só aceitou ir ao batalhão porque queria dar um exemplo ao seu filho e sobrinho. “Eu sempre admirei o trabalho dos policiais. Como sabemos que aqui tem o canil e criança gosta dessas coisas, os trouxe aqui. Vai, com certeza, ficar marcado na memória deles”, começou.

E assim foi. O comandante levou o trio para conhecer todas as dependências administrativas do batalhão e ao fim, eles ainda acompanharam simulações da atuação do Canil. “Eu sou do tempo em que a Polícia Militar era vista de forma negativa. Hoje, felizmente, conseguimos romper essa barreira. Ações como essa, mostram que a instituição está próxima da comunidade. E recebê-los aqui é o gesto que podemos fazer para agradecer o reconhecimento ao nosso trabalho”, completou o coronel Barreto.

 

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.