Criciúma: DIC alcança maior índice de elucidação de homicídios

Dados apontam que 89% dos assassinatos registrados no município em 2018 foram esclarecidos


- PUBLICIDADE -

Criciúma

A Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Criciúma apresentou nesta quarta-feira, 26, um balanço das investigações dos crimes com morte registrados no município nos últimos quatro anos. Segundo o levantamento, dos 18 homicídios ocorridos em Criciúma em 2018, 16 já foram esclarecidos. Essa é a maior taxa de resolutividade dos últimos anos, com 89% dos casos elucidados. Ao todo, 22 pessoas foram presas por envolvimento direto nos crimes e sete adolescentes que tiveram participação nos assassinatos também foram identificados.

- PUBLICIDADE -

Neste ano, ocorreu ainda um latrocínio, cujos autores já foram identificados e presos. Houve também duas mortes decorrentes de confrontos com a Polícia Militar, além de uma lesão corporal seguida de morte que não foi esclarecida.

De acordo com a DIC, o êxito na redução dos homicídios e o alto índice de resolução se devem ao trabalho investigativo realizado pela Polícia Civil de Criciúma, o trabalho ostensivo da Polícia Militar, as perícias técnicas feitas pelo IGP e ao apoio do Ministério Público e do Poder Judiciário locais.

Balanço dos homicídios em Criciúma – DIC:

2015:

  • 56 homicídios;
  • 44 deles foram esclarecidos (78% de resolubilidade);
  • Um latrocínio (que foi esclarecido);
  • Duas mortes decorrentes de confronto com as Polícias Civil e Militar.

2016:

  • 32 homicídios;
  • Foram esclarecidos 27 casos (84%);
  • Cinco latrocínios, sendo quatro deles esclarecidos (80%).

2017: 

  • 17 homicídios (menor índice);
  • 13 foram esclarecidos (77%);
  • Um latrocínio (foi elucidado);
  • Uma pessoa morreu em confronto com a Polícia Militar.

2018 (Até 26 de dezembro):

  • 18 homicídios;
  • 16 já foram esclarecidos (89%);
  • Um latrocínio (autores foram identificados e presos);
  • Duas mortes decorrentes de confronto com a Polícia Militar;
  • Uma lesão corporal seguida de morte, que não foi esclarecida;
  • 22 pessoas envolvidas diretamente nos homicídios foram presas;
  • Sete adolescentes que tiveram participação nos assassinatos foram identificados.
-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Criciúma

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.