Criciúma: Unesc promove debates sobre a reconstrução do olhar sobre a velhice

Eventos são promovidos por Grupo de Pesquisa e estreia marcou aproximação com o Dia do Idoso

Foto: Divulgação

- PUBLICIDADE -

Criciúma

O Grupo de Pesquisa de Educação, Saúde e Meio Ambiente do curso de Psicologia da Unesc realizará uma série de eventos para debater questões relacionadas aos idosos. A primeira edição da ação “Café da tarde” aconteceu nesta semana e levou ao debate o tema “Reconstrução do olhar sobre a velhice – Uma crítica à imagem do velho hoje”. O evento foi alusivo a chegada do Dia do Idoso, celebrado no dia 1º de outubro.

- PUBLICIDADE -

Entre os subtemas já levantados estiveram questões como: Pequena história da velhice; O velho como doença em si; Gênero e sexualidade na velhice; Trabalho e aposentadoria; e O velho institucionalizado e o cuidador.

O debate foi conduzido pela professora Janine Moreira e teve a contribuição de alunos do Grupo de Pesquisa, sendo cada um responsável pela explanação em algum dos subtemas. Participaram da atividade também alunos de diversas fases do curso de Psicologia, uma turma do curso de Pedagogia, integrantes do Mestrado em Educação e visitantes da comunidade.

Conforme Janine, o objetivo de realizar o encontro foi alcançado já na primeira edição, pois o grupo, que se reúne semanalmente, tinha a intenção de expandir as discussões e socializar aquilo que é estudado. “Reunir ideias e trocar experiências, como fizemos hoje, é também uma forma de pensarmos como intervir de alguma forma nessas situações que tanto nos incomodam, como é o caso do preconceito com os idosos”, comentou.

Para a professora, faz parte das funções do estudo tentar mudar essa realidade. “Recebemos a sugestão de produzirmos artigos, até livros sobre o tema e levaremos adiante a ideia para que possamos mudar o que estiver ao nosso alcance. Queremos apagar essa imagem de infantilizar os velhos, considerar que eles estão perto da morte e que não tem mais serventia ou não pode mais sonhar. Todas as fases são muito válidas para sonhar”, completou.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Criciúma

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.