Criciúma: 2ª Cãominhada promove inclusão de animais idosos

Ação ocorre no dia 24 de novembro, no Parque das Nações, unindo lazer e orientações. Iniciativa é do Hospital Veterinário de Criciúma e Administração Municipal

Foto: Suelen Bongiolo/DN

- PUBLICIDADE -

Suelen Bongiolo
Criciúma

Ultimamente, está cada vez mais comum encontrar cães idosos. Apesar de existir uma variável quando o assunto é a “melhor idade” canina, a longevidade tem aumentado e exigido mais cuidados por parte dos tutores. Para chamar a atenção ao assunto e promover a integração entre cuidadores e animais, ocorrerá a 2º Cãominhada com Inclusão, em Criciúma. Promovido pelo Hospital Veterinário de Criciúma e Administração Municipal, o evento está agendado para o dia 24 de novembro, no Parque das Nações.

- PUBLICIDADE -

Apesar de ser aberto aos cães em geral, o evento tem como foco os animais mais velhos, para mostrar que idade avançada e qualidade de vida podem caminhar lado a lado. “Com as tecnologias e pesquisas que estão sendo feitas para a alimentação e para os cuidados dos animais, eles estão vivendo mais. Então vamos fazer a 2ª Cãominhada com Inclusão, para esses cães mais idosos. A partir dos sete anos, o cachorro já começa a ser considerado ‘sênior’. Mas o termo ‘idoso’ varia muito, pois não é igual o humano, que classifica a partir de determinada idade”, explica o proprietário do Hospital Veterinário de Criciúma, João Batista Antoneli.

Essa segunda edição da Cãominhada também é uma forma de celebrar o primeiro ano de atuação do Hospital Veterinário, que conta com atendimento 24 horas. As inscrições são gratuitas e já podem ser realizadas via telefone, por meio do contato (48) 3413-8400.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Por: Suelen Bongiolo
Em: Criciúma

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.