Chapa 101 aposta na manutenção dos trabalhos na OAB Criciúma

Única a concorrer à eleição até o momento, candidatura foca em propostas que dão continuidade às ações da atual gestão, assim como no desenvolvimento da entidade

Foto: Tiago Monte/DN
- PUBLICIDADE -

Criciúma

“Uma chapa de continuidade, mas não de continuísmo”. É assim que o candidato à presidência da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Subseção Criciúma, Rafael Búrigo, define a Chapa 101. Única na disputa do pleito por enquanto, a candidatura aposta na manutenção das bandeiras da advocacia, assim como na presença da instituição na sociedade, para dar continuidade ao trabalho desempenhado pela atual gestão. A diretoria é composta por 46 membros – 23 mulheres e 23 homens – e investiu na renovação de 60% dos integrantes.

- PUBLICIDADE -

Entre as propostas da chapa está a viabilização da digitalização de processos físicos dos fóruns que compõem a subseção e a valorização da carreira da advocacia pública. “Também buscamos a manutenção de algumas bandeiras, como a defesa das prerrogativas da advocacia, prerrogativas do profissional e campanhas de valorização do advogado em relação ao aviltamento de honorários. Vamos continuar mantendo Criciúma como polo de desenvolvimento de cultura e conhecimento jurídicos e buscar outros aprimoramentos”, elenca Búrigo.

O prazo para registro de novas candidaturas segue até segunda-feira, 29, às 18h, e o mandato é de três anos. O lançamento da campanha da Chapa 101 ocorre nesse mesmo dia, às 19h, no Criciúma Clube, com a participação da chapa estadual 81 – que concorre pela situação. Já o pleito será realizado no dia 28 de novembro, das 9h às 17, na sede da OAB Criciúma. A votação definirá a nova diretoria da subseção, assim como da seccional Santa Catarina. Só terão direito a voto os advogados que estiverem em dia com a entidade. O prazo para a regularização termina também no próximo dia 29.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Criciúma

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.