Próspera: time pega o Caçador nas semifinais da Série C do Catarinense

Equipe empata sem gols com o Orleans e fica no segundo lugar da chave A


- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Orleans

- PUBLICIDADE -

Fotos: Zildomar Schlemper/Rádio Eldorado

Em uma tarde em que a bola teimou em não entrar, o Próspera empatou em 0 a 0 com o Orleans, no estádio Osmundino Matheus, em Orleans. O resultado, somado à goleada impiedosa do Itajaí sobre o Curitibanos por 19 a 0, deixou o Time da Raça na segunda colocação do grupo A, na primeira fase da Série C do Catarinense. O time criciumense ficou com 13 pontos, enquanto o Itajaí somou 15 pontos. “Tivemos muitas chances claras de fazer o gol, mas a pressa e a ansiedade atrapalharam. O objetivo era classificar e conseguimos. Agora é descansar e chegar forte no ‘mata-mata'”, comentou o técnico Paulo Baier, ao final do jogo.

Nas semifinais, o Próspera pega o Caçador. A primeira partida acontece no próximo domingo, 14, no estádio Mário Balsini. O jogo da volta acontece no dia 21 em Caçador. Na outra partida decisiva, o Itajaí pega o Carlos Renaux, de Brusque.

Na etapa inicial, o Time da Raça começou pressionando o Orleans, mas não conseguiu abrir o marcador. Em seguida, após os dez minutos, o time orleanense se estabilizou no gramado e equilibrou o jogo, acertando mais a marcação. Aos 16 minutos, Leozinho apareceu pela esquerda e cruzou, mas ninguém completou e o Orleans perdeu a chance. Pelo lado do time criciumense, Matheusinho teve uma grande chance, aos 35 minutos, entretanto, perdeu um gol que não costuma perder, ao encobrir o goleiro, mas a bola sair. Nos acréscimos, após cobrança de falta, a bola ficou viva na área, mas nenhum jogador do Time da Raça conseguiu completar. “A gente está tentando. Tivemos duas chances claríssimas, mas não conseguimos concluir. Temos que ficar mais com a bola para tentar abrir o placar”, comentou o capitão Jessé, do Próspera, no intervalo.

O Time da Raça voltou buscando o gol. Aos 14 minutos, o mesmo Jessé perdeu uma grande chance, na frente do goleiro Iago, na marca do pênalti, quando escorregou ao completar um cruzamento. O Próspera continuou buscando o gol, mas sem sucesso. O  técnico Paulo Baier tentava mudar o cenário da partida, colocando o Time da Raça mais à frente, mas a bola teimava em não entrar. Aos 31 minutos, em um contra-ataque, Erinaldo Júnior entrou na área, passou pelo goleiro, mas finalizou pela linha de fundo perdendo um gol incrível! Inacreditável! Aos 37 minutos, Gustavo tocou por cima do goleiro Iago e a bola bateu na rede, por cima do gol, dando a impressão de gol do Próspera, mas a bola saiu.

Minutos antes do encerramento do jogo, um dos gandulas se exaltou e brigou com um torcedor do Próspera, causando a paralisação do jogo. Nos acréscimos, Matheusinho fez uma boa jogada e cruzou para Jessé, que perdeu a chance, na linha da pequena área. O técnico Paulo Baier, na área técnica, parecia não acreditar. No final, placar fechado: 0 a 0, em Orleans. Agora, o foco do Time da Raça é a semifinal diante do Caçador. “Criamos oportunidades, mas pecamos na hora de finalizar. O gramado também não ajuda muito”, finalizou o atacante Matheusinho.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.