- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

Já se passaram 26 rodadas disputadas pela Série B do Brasileiro e o Tricolor Carvoeiro ainda não conseguiu uma sequência de três vitórias na competição. Após bater Juventude e Fortaleza, o objetivo do time treinado por Mazola Júnior é superar o Avaí, no clássico marcado para sábado, às 16h30min, e, finalmente, chegar aos três triunfos seguidos. “Temos que tentar buscar a terceira vitória consecutiva, que até agora não conseguimos na competição. Se conseguirmos quebrar essa barreira, o Criciúma dará um salto importante na busca do nosso objetivo: os 45 pontos”, explicou o treinador.

A última derrota do Tigre em casa na competição aconteceu no dia primeiro de maio, diante do CSA, quando o time ainda era dirigido por Argel Fucks. De lá para cá, são cinco vitórias e seis empates. O comandante carvoeiro revela o segredo que fez o time permanecer sem perder em casa. “Eu acho que um dos fatores fundamentais foi a reversão da torcida. Depois daquele jogo contra o Juventude, nós fizemos um trabalho e justificamos dentro do campo. Assim, a torcida mudou totalmente o astral, a banda voltou, mesmo com não muita gente, mas o astral do torcedor com o time mudou totalmente. Esse foi um fator muito importante e continua sendo”, comentou.

O outro ponto elencado por Mazola é o baixo número de gols sofridos em casa: foram apenas sete em 11 jogos. “Mesmo jogando em casa e precisando da vitória para compensar o início, que foi muito ruim, nós nunca deixamos a nossa essência: defender bem. Esse foi o segundo fator importantíssimo para que a gente esteja a 11 jogos sem perder em casa. O próximo adversário ganhou muitos pontos fora de casa e, se eu não me engano, é o time que menos perdeu na competição. Então, todo cuidado é pouco – pelo fator clássico, pelo grande público que deve ter aqui, para não deixar a gente sair do nosso foco: defender bem”, enfatizou Mazola.

Campeonato Brasileiro – Série B – 27ª Rodada

15/09 – sábado – 16h30min – estádio Heriberto Hülse, em Criciúma

CRICIÚMA

Luiz; Sueliton, Sandro, Nino e Marlon; Liel, Marlon Freitas, Fábio Ferreira (Luiz Fernando ou Ralph) e Élvis; Vítor Feijão e Zé Carlos. Técnico: Mazola Júnior

AVAÍ

Aranha; Airton, Marquinhos Silva e Betão; Guga, Judson, André Moritz, Renato e Capa; Rômulo e Gabriel Lima (Daniel Amorim). Técnico: Geninho

Arbitragem: Péricles Bassols Pegado Cortez; Auxiliares: Clóvis Amaral da Silva e Cleberson do Nascimento Leite (trio de PE)

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.