- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

A Copa Sul dos Campeões de Futebol Amador vai recomeçar. Após quase dois meses parada, devido a um imbróglio jurídico que envolvia o Água Verde, de Pescaria Brava e a Comissão Disciplinar da Liga Atlética Vale do Mampituba (LAVM) – que puniu a equipe com a eliminação no certame devido à escalação de seis atletas com irregularidades.

Após ser punida pelo TJD da Federação Catarinense de Futebol (FCF) a equipe recorreu ao STJD da CBF e foi absolvida no final da manhã desta sexta-feira. Por 7 votos a 0, os integrantes do STJD devolveram o Água Verde à Copa Sul. A decisão é final e irrevogável. O relator, o auditor João Bosco, justificou o voto. “No mérito, as partes precisam apresentam as provas nos autos, capazes de sustentar a tese da denúncia e, no caso, especialmente as súmulas em que os atletas indicados participaram, por ser elemento de prova essencial, não se verificam nos autos para embasar a denúncia. O que não está nos autos, não está no mundo. Diante do exposto, dou provimento para reformar a decisão do Pleno do TJD/SC e absolver o clube com a consequente reinclusão na competição”, justificou.

Assim, as quartas de final entre Água Verde e Ouro Negro, de Forquilhinha, devem começar no dia 16 de junho – com o primeiro jogo em Forquilhinha. Turvo e Metropolitano seguem esperando as definições de datas para seguir a competição com os jogos semifinais. O Araranguá também está classificado e espera pelo vencedor de Água Verde e Ouro Negro. As últimas partidas disputadas pela competição aconteceram no dia 15 de abril.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.