Desenvolvendo habilidades na sala de aula

Sesi Escola Criciúma aposta na metodologia “aprender fazendo”


- PUBLICIDADE -

Criciúma

O Sesi Escola Criciúma vem implantando o método de ensino baseado na Cultura Maker, onde as salas de aula são “transformadas” em espaços que estimulam a autonomia, criatividade e o trabalho colaborativo, desse modo, as crianças e adolescentes são levados a criar e desenvolver projetos para resolução de problemas.

- PUBLICIDADE -

“A Educação Tecnológica, integrante do currículo desde o 1º ano, potencializa os talentos do aluno, valoriza suas criações e desafia suas habilidades. Fundamentada no aprender fazendo, favorece o desenvolvimento de competências e habilidades. Por meio do uso de diferentes materiais e interfaces com a robótica, os alunos são desafiados a construir robôs capazes de enfrentar as mais arriscadas missões”, declara Schirlei Gomes Broch Heleodoro, supervisora educacional do Sesi Escola.

Com uma proposta diferenciada de ensino, a instituição se destaca em torneios e olimpíadas de robótica e Matemática. Além disso, para este ano letivo, estão sendo planejadas diversas atividades, entre elas: 3º Seminário Internacional de Educação Infantil, Dia da Família da Escola, Festa Julina e Mostra Pedagógica.

Aprendendo na prática

Na área de Matemática, a escola conta com um ambiente totalmente diferenciado, estruturado com modernos recursos tecnológicos. Na Sala Sesi Matemática, os alunos, com games educativos, materiais concretos e desafios lógicos, ampliam o seu aprendizado. Já na Cozinha Experimental as crianças colocam a mão na massa. Elas criam e produzem receitas, investigam os alimentos, suas propriedades e valor nutricional. Com a participação de uma nutricionista, trabalham com a culinária de maneira divertida, desenvolvem a autonomia e compreendem o sentido da alimentação saudável.

 

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Criciúma

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.