Orleans investe em oficinas de qualificação para adolescentes

Jovens em situação de vulnerabilidade social aprendem atividades como violão, taekwondo, crochê e tricô

Foto: Divulgação/Prefeitura de Orleans

- PUBLICIDADE -

Orleans

A Prefeitura de Orleans, por meio da Secretaria de Assistência Social e Habitação, vem desenvolvendo atividades de integração direcionada a adolescentes em situação de vulnerabilidade social, através do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV). Oficinas de violão, taekwondo, crochê e tricô são algumas das atividades praticadas pelos alunos.

- PUBLICIDADE -

Conforme a coordenadora do Centro de Referência de Assistência Social (Cras), Lucizana Lucio, o público-alvo são jovens oriundos de famílias beneficiárias do Programa Bolsa Família, estendendo-se também àqueles que apresentam situação de risco pessoal e social. 

De acordo com a orientadora de trabalhos manuais, Albertina Longo, aproximadamente dez adolescentes participam da oficina de tricô e crochê, uma das atividades mais procuradas. Segundo Albertina, a intenção é profissionalizar esses jovens e fazer com que eles possam ter uma renda financeira extra. “O trabalho manual tem a finalidade de fazer com que os adolescentes aprendam a desenvolver outros mecanismos, além do conhecimento adquirido em sala de aula. Recebemos adolescentes que habitam nos bairros Jardim das Orquídeas, Rio Belo, Alto Paraná, São Geronimo e João Paulo II. E, para nós, é gratificante perceber a força de vontade que esses adolescentes têm na busca de melhores alternativas”, descreve Albertina. 

Os materiais para a elaboração dos trabalhos manuais, como agulhas e linhas, são disponibilizados pela Secretaria de Assistência Social. Os alunos aprendem a confeccionar bolsas, tapetes, trilhos, roupas, cortinas, entre outros acessórios.

Para a adolescente, Leticia Seifer Estevão, de 11 anos, as atividades têm ajudado no relacionamento familiar e na convivência com outras pessoas. “Eu gosto de participar das oficinas, aqui eu me sinto tranquila e útil. A orientadora nos ensina passo a passo e explica muito bem. Já estou produzindo minhas próprias peças”, relata a aluna do 6º ano do ensino fundamental. 

As oficinas de trabalhos manuais acontecem de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h30 as 17h30, no Centro Ruy Pfützenreuter. Os interessados que desejam participar das atividades devem se dirigir ao Departamento de Assistência Social, próximo à Praça Celso Ramos, e realizar o Cadastro Único com a responsável, Flávia.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Orleans

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.