- PUBLICIDADE -

Denis Luciano

Criciúma

- PUBLICIDADE -

A Igreja Adventista segue tratando da instalação de uma escola da sua rede em Criciúma. O projeto veio à tona em abril do ano passado, mas a primeira tentativa resultou frustrada. É que a instituição tentou, por orientação do município, fazer uso de parte da praça vizinha à Igreja Católica do bairro Santa Bárbara. Em audiência pública, a comunidade foi contrária.

A partir daí, os adventistas passaram a procurar outras áreas. “Vamos fazer uma aquisição de algum privado. Não haverá, portanto, necessidade de consulta popular como houve na tentativa anterior”, explica o pastor Lucas Durão, liderança dos adventistas em Criciúma. “Estamos em fase de negociação de valores, temos algumas opções, esperamos começar a construção ainda neste semestre”, anuncia.

Embora o líder adventista não confirme, uma das áreas negociadas pela igreja é o grande terreno da extinta Transportadora Manique, na rua Henrique Lage, também na Santa Bárbara (foto acima). “Também ouvimos essa especulação, mas essas tratativas estão sendo feitas pela nossa central em Florianópolis”, aponta o pastor.

Mesmo de gestão adventista, a escola não terá viés religioso em seu conteúdo. “Não. Ela atenderá independente de credos, alunos católicos, espíritas, evangélicos, ateus, de qualquer denominação”, assegura Durão. A meta é iniciar as atividades até 2020 com Ensino Fundamental, com ao menos 800 alunos, estendendo até o Ensino Médio e projetando perto de 1,3 mil alunos. O montante do investimento é mantido em sigilo. “Mas será um grande aporte, de alguns milhões, que vai também gerar empregos, tanto na obra quanto na própria escola depois”, comenta.

Os adventistas contam com unidades em diversas cidades tais como Florianópolis, Joinville, Blumenau, Itajaí e Chapecó, e no sul estão presentes em Tubarão e Imbituba. “Somos a maior rede de escolas do mundo e pensamos que será uma grande oportunidade para Criciúma e região”, completa o pastor.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Por: Denis Luciano
Em: Criciúma

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.