Mais uma etapa concluída na Ponte Hercílio Luz

Transferência de carga foi encerrada na madrugada deste sábado, 14, antes do prazo previsto

Foto: Julio Cavalheiro/Secom SC

- PUBLICIDADE -

Florianópolis

Mais uma importante etapa da restauração do cartão postal dos catarinenses foi finalizada. Após quatro novas operações ao longo desta semana, a transferência de carga da Ponte Hercílio Luz foi concluída com sucesso e antes do tempo previsto. As novas ações começaram na noite de segunda-feira, 9, e foram encerradas na madrugada deste sábado, 14. A projeção inicial era de que seriam necessários até 15 dias para o trabalho completo. A reação da estrutura dentro do previsto e o clima favorável durante os procedimentos são alguns dos fatores que contribuíram para o ganho de tempo.

- PUBLICIDADE -

A última operação foi realizada na noite desta sexta-feira, 13. Foram cerca de 20 minutos para garantir a elevação de 10,7 centímetros, trabalho seguindo por um amplo monitoramento da estrutura ao longo da madrugada de sábado.

A operação superou também o tamanho do deslocamento previsto. A meta era totalizar 53 centímetros considerando as demais operações. Mas a elevação total foi de 54,3.

Na primeira operação, em fevereiro deste ano, foram içados 13 centímetros do vão central. E agora em outubro, nas quatro novas operações desta semana, foram elevados mais 8,7 centímetros na segunda-feira; 11 centímetros na terça-feira; 10,9 centímetros na quinta-feira; e os últimos 10,7 centímetros nesta sexta. O trabalho é realizado sempre à noite para evitar influências térmicas.

O procedimento de transferência de carga é necessário para que o peso da obra original seja depositado gradativamente na estrutura provisória construída abaixo da ponte exclusivamente para a realização da restauração.

Próximos passos

O engenheiro fiscal da obra, Wenceslau Diotallévy, explica que após concluída a transferência de carga, a equipe fará o trabalho de desmontagem da atual estrutura, que vai abranger a remoção dos cabos pendurais e das barras de olhal e o abaixamento do tabuleiro do vão central, para então trabalhar na montagem da nova estrutura.

A retirada dos cabos pendurais iniciará já na próxima semana, com os cabos sendo cortados à noite e retirados durante o dia. E a desmontagem das barras de olhal está programada para começar em novembro, o que vai transformar o visual do cartão postal catarinense.

Em seguida, serão realizados trabalhos intermediários e, então, a montagem da nova estrutura. A ponte receberá cerca de 2 mil toneladas de metal novo, o que representa aproximadamente 40% da atual estrutura. Muitas das novas peças, fabricadas no Brasil e no exterior, já foram compradas e estão em depósitos no canteiro de obras. A conclusão da restauração está prevista para o final de 2018.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Florianópolis

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.