Casa da Acolhida receberá apoio de projeto solidário da Unesc

De acordo com um dos fundadores e voluntário da Casa da Acolhida, Adilson da Silva, o reforço voluntário fortalece o trabalho prestado

Foto: Divulgação/DN

- PUBLICIDADE -
Criciúma
 
Representantes da Casa da Acolhida – instituição que desde 2012 acolhe pessoas que não têm condições de se hospedar em hotéis enquanto entes queridos estão internados em hospitais de Criciúma – e acadêmicos da 1ª fase do Curso de Direito da Unesc reuniram-se na tarde desta sexta-feira, 21, na sede da Casa da Acolhida para debater melhorias para o local. Em pauta, foram apresentadas adequações que serão feitas pelos acadêmicos nos próximos meses.
De acordo com um dos fundadores e voluntário da Casa da Acolhida, Adilson da Silva, o reforço voluntário fortalece o trabalho prestado. “Toda ajuda é bem-vinda e temos certeza de que esses jovens vão contribuir muito para melhorar o atendimento”, comentou.
Entre as atividades que serão elaboradas nas próximas semanas, estão a adequação da horta, que fica nos fundos da casa, palestras, novos móveis e um momento de recreação entre voluntários, funcionários e frequentadores, que será realizado no dia 1º de maio.
O projeto
O projeto solidário faz parte da disciplina de ciência política. A acadêmica Maria Eduarda Goulart que faz parte do grupo, composto por mais cinco pessoas, comentou como foi a elaboração do projeto. “Começamos com o debate no início de março para escolher a instituição e agora, temos a parceria para melhorar o que já é oferecido”, explicou.
A aluna Elisete D’Agostin afirmou estar entusiasmada com o projeto. “Eu não conhecia a instituição e queremos fazer um bom trabalho e também aprender e ensinar a outras pessoas o verdadeiro sentido da solidariedade”, afirmou.
Roupas de cama, alimentos e produtos de limpezas ainda são alguns dos itens que não recebem uma doação expressiva. Para ser um doador, pode-se ir até o local, na rua José Scotti, no bairro Operária Nova, ou entrar em contato através do (48) 3438-4316.
-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.