Ato em defesa das crianças mobiliza criciumenses

Caminhada organizada pelo movimento “Cuidado, crianças em perigo” reuniu centenas de pessoas na manhã deste sábado, 11

- PUBLICIDADE -

Suelen Bongiolo
Criciúma

O direito das crianças e a preservação da família foram os dois temas defendidos em um ato que ocorreu na manhã deste sábado, 11, em Criciúma. Vestidas de amarelo e carregando cartazes com frases sobre o tema, centenas de pessoas percorreram a Avenida Centenário, chamando a atenção de autoridades políticas e da população em geral para esses dois assuntos. Organizada pelo movimento “Cuidado: Crianças em Perigo”, a caminhada teve como objetivo defender a infância e lutar contra o desrespeito cometido por parte da sociedade.

- PUBLICIDADE -

De acordo com uma das organizadoras do evento, Andrea Nelson Ramos, a ideia de constituir um movimento surgiu de um grupo de amigos preocupados com o desrespeito praticado contra os direitos na infância. “Os dois principais tópicos defendidos, que englobam outras questões, é que as crianças não fiquem expostas a conteúdos impróprios à idade delas, pois isso vem causando várias distorções ao longo do crescimento delas, e também a questão da erotização precoce das crianças”, explica.

Aberto a todos os defensores da causa e sem vínculo partidário, o evento reuniu principalmente pessoas ligadas às religiões cristãs. Uma dessas participantes foi Rosilene Kosmann, coordenadora pedagógica e fundadora do Colégio Kadima, em Criciúma. “Cremos que Deus tem um propósito na vida das crianças e hoje vivemos em um mundo conturbado, que luta contra o estabelecimento da família como Deus projetou. Então nós estamos aqui hoje para nos posicionar contra tudo isso. E dizer que nós também temos a nossa opinião e ela vem de Deus. Se eles podem se manifestar, nós também podemos”, destaca.

O ponto de concentração do grupo foi no Parque das Nações, onde saíram em caminhada pela Avenida Centenário. O ato foi encerrado na Praça Nereu Ramos, no Centro de Criciúma, após uma bênção à família.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Por: Suelen Bongiolo
Em: Criciúma

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.