- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

O Criciúma pressionou, criou muitas chances, foi superior durante todo o jogo, mas não conseguiu balançar as redes do Figueirense e ficou no 0 a 0 na noite desta quarta-feira, no Majestoso. A pressão do Tricolor foi intensa, porém, o gol não saiu. Agora, com oito pontos, a situação do time ficou complicada no returno do Catarinense. Um gol legítimo de Jheimy foi anulado de forma equivocada pela arbitragem ao final da partida.

Tigre x Figueira - Deivid Apolinário DN (3)-minNo primeiro tempo, o Tigre, dentro da característica do time, começou valorizando a posse de bola. Aos 5 minutos, Elias passou por Marlon e chegou na área batendo cruzado, a bola saiu. Chance do Figueira, ameaçando o tricolor.

Aos 8 minutos, Alex Maranhão recebeu de Silvinho e chutou forte. A bola foi direto pela linha de fundo. O Figueirense estava bem fechado e tirava os espaços do Tigre. Aos 12 minutos, mais uma vez Silvinho tocou para Maranhão que bateu forte, mas pela linha de fundo. O Tigre tinha mais a posse de bola e dominava o jogo.

Aos 14 minutos, Alex Maranhão cobrou escanteio, Raphael Silva desviou de cabeça e Jheimy, embaixo das traves, finalizou pela linha de fundo. Chance clara de gol perdida pelo Criciúma, que pressionava o adversário, mas pecava nas finalizações.

Aos 25 minutos, Alex Maranhão sentiu lesão no adutor da coxa e foi substituído por Caique Valdivia. “Senti uma fisgada no adutor da coxa esquerda, a perna do chute, quando fui tocar uma bola para o Jheimy. A dor foi aumentando e ficou impossível continuar”, disse o jogador no intervalo.

Tigre x Figueira - Deivid Apolinário DN (8)-minA partir da metade do primeiro tempo, o Criciúma reduziu o ritmo e a partida ficou mais disputada no meio. Aos 38 minutos, Weldinho cruzou, Anderson Aquino recebeu na esquerda e chutou rasteiro e Luiz pegou parcialmente. Na sobra, Diego Giaretta dividiu com o atacante do Figueira e jogou pela linha de fundo. A melhor chance do time da capital na primeira etapa

Aos 44 minutos, Anderson Aquino tocou para Helder na entrada da área, sozinho, ele finalizou fraco e Luiz pegou.

Nos acréscimos, Silvinho cruzou, mas a bola passou por Caique e Jheimy e o Tigre perdeu mais uma chance. “Desde o começo pressionamos, tivemos a chance de fazer o gol, mas não concluímos. É manter a pegada pra vencer no segundo tempo”, disse o zagueiro Raphael Silva no intervalo.

No segundo tempo, aos 2 minutos, Diego Giaretta jogou a bola na área e Caique desviou pela linha de fundo. No minuto seguinte, Jheimy tocou para Diogo Mateus que bateu forte e Thiago Rodrigues defendeu. O Tigre era muito superior do que o adversário

Aos 14 minutos, Barreto tocou para Caique que de letra passou para Silvinho. Ele bateu de primeira e a bola passou perto da trave. Boa jogada do Tigre que não era ameaçado e amassava o adversário, mas não conseguia fazer o gol.

Na metade do segundo tempo, o técnico Deivid abriu o time, tirou Douglas Dodi e colocou Andrew. Na primeira jogada de Andrew, aos 30 minutos, ele apareceu pela direita e cruzou, mas Caique não alcançou a bola.

Aos 36 minutos do segundo tempo, Diogo Mateus cobrou lateral, Raphael Silva desviou e Jheimy marcou, mas a arbitragem marcou impedimento do centroavante de forma equivocada.

Aos 40 minutos, Pitbull chutou, cara a cara com o goleiro, mas Thiago Rodrigues pegou. Na jogada seguinte, Jheimy, no meio da área, chutou forte e a bola beijou a trave. Não era a noite do ataque do Tigre. No final, 0 a 0 em um resultado injusto.

Campeonato Catarinense – Returno – 5ª Rodada

29/03 (quarta-feira) – 19h30 – estádio Heriberto Hülse

CRICIÚMA

Luiz; Diogo Mateus, Raphael Silva, Diego Giaretta e Marlon; Barreto, Ricardinho (Adalgiso Pitbull), Douglas Dodi (Andrew) e Alex Maranhão (Caíque Valdívia); Silvinho e Jheimy. Técnico: Deivid

FIGUEIRENSE

Thiago Rodrigues; Weldinho, Leandro Almeida, Bruno Alves e Juliano; Patrick, Helder, Ferrugem (Yago) e João Pedro (Ermel); Elias (Indio) e Anderson Aquino. Técnico: Márcio Goiano

Arbitragem: Heber Roberto Lopes. Auxiliares: Eder Alexandre e Clair Dapper.

GOLS: Não Houve

Cartões Amarelos: Jheimy (C); Yago (F)

Cartões Vermelhos: Leandro Almeida e Elias – no banco (F)

Público: 3.151

Renda: R$ 45.715,00

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.