- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

Seis jogos. Seis decisões. Seis vitórias. Esse é o discurso do atacante Niltinho para a reta final do Criciúma na Série B. A primeira decisão acontece na sexta-feira, às 19h15, contra o Londrina, onde o Tigre precisa dos três pontos. “Nós temos seis jogos pela frente. São seis finais. Se ganharmos cinco jogos tá bom. Ganhando todos, melhor. Estaremos a um passo da Série A, mas vamos pensar jogo a jogo, o torcedor pode acreditar que nós vamos nos empenhar, vamos ‘dar o sangue’ lá dentro. Eles fizeram uma festa linda e merecem o acesso também. O estádio estava bonito demais contra o Atlético”, destacou o jogador.

Niltinho falou sobre importância de analisar bem o time paranaense e superar todas as adversidades que aparecerem. “Quanto mais trabalharmos mirando o Londrina, melhor. Temos que ver vídeos de como eles jogam e o importante é sair com a vitória. Independente do que aconteça, temos que ganhar do Londrina e do juiz. Nós fomos prejudicados no último jogo. Olhamos para o delegado da partida e ele fez sinal negativo também – dizendo que o juiz estava errado – e infelizmente perdemos, mas vamos com tudo nesse próximo jogo. Não conversamos muito ainda sobre o Londrina, mas vamos ver alguns vídeos com o Cavalo e treinar o posicionamento deles em campo e ver o que eles tem de deficiência para atacar esses pontos”, enfatizou o jogador.

Treino do Tigre - Camila Marini (138)Muito identificado com a torcida carvoeira, Niltinho diz que a grande presença de público no estádio empolga os jogadores. “Dá um gás a mais para nós jogadores ver que o estádio está apoiando – que o torcedor está junto com o time. Até em um momento de dificuldade a gente olha pra arquibancada e pensa: ‘eles estão com a gente, então, vamos jogar por eles’”, contou o atacante. Mesmo após a derrota para o Atlético, o jogador disse que ficou com a imagem da festa dos torcedores na memória. “Lembramos da torcida no último jogo contra o Atlético. Aquela imagem que nós todos dormimos na cabeça e pensamos: ‘perdemos hoje, mas que festa linda a torcida fez’. E eles ainda nos aplaudiram no final. Então, se você pensar nisso já vai ter mais um gás para vir treinar e ter mais disposição”, completou.

A situação dos adversários na tabela também pode ser benéfica para o Criciúma. “Nós vemos que todos os times da frente vão se enfrentar até o final. Serão sempre um ou dois confrontos e os times que estão em baixo jogarão em casa. Temos que secar sim, mas temos que fazer o nosso trabalho também, porque não adianta torcer contra e não vencer”, enfatizou Niltinho.

Projetando a próxima temporada, o atacante espera permanecer no Tricolor Carvoeiro. “Olha, eu estou emprestado pelo São Caetano, mas é uma boa cidade e eu gostei muito do calor da torcida, da comissão, da diretoria… Mas depende do ‘homem lá’, o Jaime, fazer uma forcinha. Ainda tem seis rodadas e muita coisa pra acontecer”, finalizou Niltinho.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.